Home Página Inicial > Notícias > USUÁRIOS PARTICIPAM DA FESTA DOS 22 ANOS DE OPERAÇÃO DA TRENSURB

USUÁRIOS PARTICIPAM DA FESTA DOS 22 ANOS DE OPERAÇÃO DA TRENSURB

03.03.2007

Um bolo foi dividido entre os usuários, à tarde, quando houve também shows musicais na Estação Farrapos/IPA. Ao meio dia, o prefeito em exercício, Eliseu Santos, participou de almoço festivo na empresa. Pela manhã, houve hasteamento das bandeiras do Rio Grande do Sul e do Brasil e execução do Hino Nacional.

A cerimônia comemorativa dos 22 anos de operação comercial da Trensurb, realizada na tarde da sexta-feira, 02, na Estação Farrapos/IPA, foi marcada pelas demonstrações espontâneas de afetividade dos usuários, em especial das aposentadas Maria Belmira dos Reis, 65, Carmen Rodrigues, 64, e Dilsa de Araujo, 64. "Há anos uso o trem, primeiro para ir ao trabalho, e, agora, para passear com os meus três netos e três bisnetos, sendo que no último domingo fomos ao Zoológico usando o ônibus de integração", declarou Maria Belmira, que ficou sabendo pela imprensa das comemorações do metrô. "Não resisti, chamei minhas amigas inseparáveis para prestigiar o evento e dar os parabéns aos funcionários", concluiu a ex-funcionária pública da Prefeitura de Porto Alegre.

A dona de casa Vera Lucia Silva de Quadros, 36, também foi até a Estação Farrapos/IPA atendendo aos apelos do filho caçula, Djessi Alan de Quadros Carvalho, 8. "O que eu mais gosto é brincar de trenzinho, tenho uma coleção em casa, e quando crescer quero trabalhar no trem", afirmou sorrindo o menino. De acordo com a mãe, "meu filho mais velho (Teilor, 18) também é apaixonado pelo trem desde pequeno, quando íamos para a Expointer".

Para o diretor-presidente da Trensurb, Marco Arildo Cunha, "manifestações como essas comprovam o importante papel do metrô junto a população da Região Metropolitana de Porto Alegre", lembrando que, "além de cumprir a função de transportar pessoas, com qualidade, segurança, rapidez e com preço acessível, outra característica que se associou à imagem da empresa é a sua atuação com Responsabilidade Social". Cunha foi mais além, informando que somente para o exercício deste ano estão assegurados no Orçamento recursos na ordem de aproximadamente R$ 15 milhões, destinados à conclusão da implantação da bilhetagem eletrônica, que permitirá aos usuários, entre outros recursos, o uso de cartões inteligentes com recarga de créditos para acesso ao sistema, a adoção de tarifas intermediárias para quem utiliza o metrô para viagens curtas, maior controle da arrecadação, projetos de modernização das estações Mercado, Esteio e Mathias Velho, além de outros projetos de vulto.

Outra meta da empresa é ainda neste ano ampliar o maior número possível de integrações, atingindo o transporte de até 250 mil usuários/dia, no eixo Porto Alegre até São Leopoldo. "Com isso, a empresa melhora as condições financeiras exigidas para atender a lei, ou seja, transferir a Trensurb para o Estado", acrescentou Marco Arildo. Na atual gestão, a Trensurb apresentou o melhor balanço financeiro, com a taxa de cobertura (receitas próprias para cobrir as despesas) atingindo 48,4%. Segundo ele, em recentes discussões com o Governo Federal, para o metrô gaúcho ser contemplado com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), o primeiro passo é dar início às tratativas da estadualização".

Além de balões e distribuição de fatias de bolo para os usuários, os músicos nativistas Eraci Rocha, Marco Araujo e o saxofonista Inácio Longhi abrilhantaram a festa com um variado repertório musical, desde o Parabéns a Você, até à música Encontros e Despedidas, de Milton Nascimento e Fernando Brant, acompanhados pelo coral infantil da Creche Geração do Amanhã, localizada no Bairro Humaitá, próxima à Estação Farrapos/IPA, atendendo, por voluntários, crianças de seis até 11 anos.

Atividades de Aniversário

As comemorações dos 22 anos de operação comercial da Trensurb começaram pela manhã, com o hasteamento das bandeiras do Brasil e do Rio Grande do Sul, às 8h30min, e a execução do Hino Nacional pelos diretores, chefes de setores e funcionários, no prédio sede da administração da empresa.

O prefeito em exercício de Porto Alegre, Eliseu Santos, também participou das comemorações, comparecendo ao almoço festivo, no restaurante da sede da Trensurb, junto com o diretor-presidente Marco Arildo Cunha, demais diretores e funcionários. Eliseu Santos falou sobre a importância do sistema de transporte para a Capital e Região Metropolitana e destacou as parcerias da Trensurb em projetos junto com a Prefeitura, como as obras da Estação Mercado, que contribuirão para a revitalização do Centro, e a retomada do Bonde Histórico. "É um exemplo de empresa no Estado e no Brasil, que tem desenvolvido excelentes parcerias com a Prefeitura para melhorar a qualidade de vida da população", disse o prefeito. Depois da comemoração, Eliseu Santos visitou o Centro de Controle Operacional (CCO), que monitora os trens em viagem pelos 33,8 quilômetros de linha e passa por 17 estações em cinco municípios da Região Metropolitana. "Prestamos um serviço eficiente e com altíssima regularidade, buscando constantemente a integração com outras modalidades para facilitar a mobilidade da população", afirmou Marco Arildo.

Datas que marcam a história da Trensurb

Dezembro de 1978 – Estudos técnicos aprovam a implantação de uma linha de trens urbanos na Região Metropolitana de Porto Alegre;
Abril de 1980 – Criação da Trensurb, através do Decreto 86.640;
Agosto de 1980 – Início das obras de implantação do trecho Porto Alegre-Sapucaia do Sul;
Agosto de 1984 – Chegada dos trens japoneses no Cais do Porto de Porto Alegre;
Março de 1985 – Início da operação da Trensurb com 27 km de linha e 15 estações;
Abril de 1989 – Início das obras do trecho Sapucaia do Sul-São Leopoldo;
Dezembro de 1997 – Inauguração Estação Unisinos;
Novembro de 2000 – Inauguração Estação São Leopoldo;
Março de 2002 – A Trensurb apresenta o primeiro projeto básico para implantação de uma linha de metrô em Porto Alegre (Linha 2);
Dezembro de 2003 – Os governos Federal, do RS e de Porto Alegre, através da Trensurb, da Metroplan e da EPTC, respectivamente, iniciam os estudos para a Integração do Transporte Público na RMPA;
Janeiro de 2005 – A Trensurb e a Prefeitura de Porto Alegre apresentam o projeto básico para a implantação de uma linha turística de bondes em Porto Alegre;
Novembro de 2006 – Início das obras de Modernização e Acessibilidade Universal Estação Mercado e da Praça Revolução Farroupilha e apresentação do projeto básico para implantação do Aeromóvel, ligando a Estação Aeroporto ao Terminal Salgado Filho;
Dezembro de 2006 – Conclusão do Estudo Estratégico de Integração do Transporte Público da RMPA, que define um traçado circular para a implantação de uma linha de metrô em Porto Alegre.

Principais projetos em andamento

Além dos projetos de ampliação do sistema metroviário, a Trensurb, no momento, está desenvolvendo outros projetos de vulto, entre eles:

- execução das obras de modernização e de adequação à Acessibilidade Universal na Estação Mercado e na Praça Revolução Farroupilha, onde está situada, e a elaboração de projetos de engenharia e arquitetura para adequar todas as demais estações às mesmas normas;
- implantação de novo sistema de freios na frota de trens (substituição do atual, mecânico, por eletrônico, tipo ABS), o que permitirá redução no tempo de viagem e mais conforto nas frenagens;
- implantação de uma nova e atualizada programação visual externa e interna na frota de trens;
- modernização das 29 escadas rolantes instaladas nas estações;
- substituição de 2.484 dormentes de madeira, com mais de 20 anos de vida útil, na Via Permanente;
- elaboração, em parceria com o Governo do Estado e Prefeitura de Porto Alegre, do Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana de Porto Alegre, que detalhará o projeto do Metrô da Capital;
- implantação do Projeto Multimídia, que modernizará diversos sistemas da empresa, como por exemplo, a emissão automática de avisos sonoros nos trens e estações, a centralização do Circuito Fechado de TV no Centro de Controle Operacional, a instalação de monitores de plasma e de painéis eletrônicos de informações sobre tempo de espera nas estações, etc.;
- conclusão da implantação da Bilhetagem Eletrônica, que permitirá aos usuários, entre outros recursos, o uso de cartões inteligentes com recarga de créditos para acesso ao sistema, a adoção de tarifas intermediárias para quem utiliza o metrô para viagens curtas, maior controle da arrecadação, etc.

Números que contam a história da Trensurb

Alguns indicadores da Trensurb, contabilizados diariamente, impressionam pela sua grandeza e resumem a importância da empresa para a comunidade gaúcha.

Passageiros Transportados
- Número médio de passageiros que utilizam o metrô nos dias úteis: 170 mil (a Trensurb é responsável por 9,35% dos passageiros que utilizam os sistemas urbano e metropolitano de transporte coletivo);
- Número de passageiros transportados pelo metrô em 2006: 45.787.217 (terceira melhor marca histórica; o recorde é do ano de 2004, quando transportou 48.984.940 passageiros);
- Número de passageiros transportados pela Trensurb de 1985 a janeiro de 2007: 816.222.107.

Número de Viagens Realizadas
- Número de viagens realizadas pelos trens em 2006: 75.920 (nos dias úteis, os trens realizam 253 viagens);
- Quilometragem percorrida de 1985 até janeiro de 2007: 49.494.847 km (o equivalente a 1235 voltas ao mundo percorrendo a linha do Equador);
- Número de viagens de ônibus que deixaram de ser realizadas, no eixo Porto Alegre-São Leopoldo, em 2006, substituídas pelo metrô: 909 mil viagens.

Contribuição para o Meio Ambiente
- Economia de Óleo Diesel devido à substituição das viagens de ônibus por metrô em 2006: 9,6 milhões de litros;
- Como os trens utilizam energia elétrica (renovável e não-poluente), a Trensurb evitou a emissão, para a atmosfera, somente em 2006, de 2.831 toneladas de dióxido de carbono, 481 toneladas de hidrocarbonos, 184 toneladas de óxido de nitrogênio, 5,51 toneladas de óxido de enxofre e 6,13 toneladas de outras partículas;
- Economia, em 2006, de 6,13 milhões de horas em tempo de viagem ao evitar congestionamentos, tráfego lento e acidentes de trânsito na BR-116;
- Estima-se que a Trensurb proporcionou, somente em 2006, uma economia total de R$ 115,79 milhões para a sociedade.

Integração Metrô-Ônibus
- Número de Linhas de Ônibus Integradas: 213;
- Municipios com Integração Tarifária: 07 (Porto Alegre, Canoas, Nova Santa Rita, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo);
- Municipios com Integração Físca: 08 (Araricá, Campo Bom, Parobé, Nova Hartz, Sapiranga, Taquara, Dois Irmãos e Capela de Santana);
- Benefício Econômico com Integração Tarifária: variável entre 4% e 55%.

Características Operacionais da Trensurb
- Extensão total da linha: 33,8 km;
- Número de estações: 17 (seis em Porto Alegre, seis em Canoas, uma em Esteio, duas em Sapucaia do Sul e duas em São Leopoldo);
- Horário de Operação: das 5h às 23h20min, todos os dias da semana;
- Tempo do percurso total: 41 min;
- Intervalo entre trens: de segundas a sextas-feiras é variável de 4 min a 15h min; aos sábados, variável de 10 min a 15 min; e aos domingos e feriados é de 15 min;
- Frota: 25 trens elétricos;
- Capacidade de Passageiros por trem: 1080 (130 sentados e 950 em pé);
- Velocidade Máxima: 90 km/h;
- Velocidade Média Operacional: 48 km/h;
- Número de empregados: 1.064 (em dezembro de 2006), mais cerca de 400 trabalhadores de empresas prestadoras de serviços e aproximadamente 100 estagiários, distribuídos nas áreas de Operação, Manutenção e Administração.

Declarações Estratégicas da Trensurb
Elaboradas, em 2003, com a participação direta dos trabalhadores e gestores da Trensurb, foram definidas as seguintes Declarações Estratégicas, que servem de referência para todas as ações implementadas na empresa:

Missão
Contribuir para a promoção da mobilidade urbana, consolidar-se como empresa pública estruturadora do transporte de passageiros na Região Metropolitana de Porto Alegre, prestar um serviço eficiente, com qualidade e responsabilidade social, buscar o aperfeiçoamento tecnológico permanente, a inclusão social, a valorização e o respeito às pessoas.

Visão
Empresa sob gestão pública, sustentável, referência no transporte sobre trilhos, em permanente expansão e atualização tecnológica, estruturadora de mobilidade urbana, atuando com responsabilidade e inclusão social, em harmonia com o meio ambiente e valorizando seu quadro funcional.

Valores
Ética nas relações
Responsabilidade social
Respeito ao meio-ambiente
Transparência administrativa
Democracia participativa
Espírito público
Capacidade técnica
Incentivo à Criatividade
Valorização do quadro funcional
Atualização tecnológica
Gestão Operacional

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 489paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=917&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000