Home Página Inicial > Notícias > DEMANDA NO METRÔ DIMINUI EM MEIO À PANDEMIA DO CORONAVÍRUS

DEMANDA NO METRÔ DIMINUI EM MEIO À PANDEMIA DO CORONAVÍRUS

20.03.2020

Queda no número de passageiros transportados pela Trensurb chegou a 46% na quinta-feira (19) – em relação à média nos dias úteis durante a primeira quinzena deste mês.

Nesta semana, a Trensurb registrou queda expressiva no número de passageiros transportados em função das medidas adotadas pelas autoridades e pela população para conter a propagação do coronavírus. Na primeira quinzena de março, a média de usuários transportados por dia útil havia sido de 157.636. Já nesta quinta-feira (19), foram 84.613 embarques no metrô, o que corresponde a uma demanda 46% menor.
 
Na segunda-feira, haviam sido 133.879 passageiros transportados, 15% abaixo da média da primeira quinzena do mês. Na terça-feira, 122.824, 22% abaixo da média. Na quarta-feira, 104.098, 34% abaixo da média.
 
Apesar disso, a Trensurb segue operando normalmente a fim de evitar ao máximo as aglomerações nos trens e estações. Para contribuir nesse sentido, a empresa mantém a circulação de trens acoplados (totalizando oito carros, ao invés dos quatro usuais) nos horários de maior movimento, na manhã e na tarde.
 
Medidas de prevenção
 
Uma das medidas preventivas à disseminação do vírus é a intensificação da limpeza dos veículos: em todas as composições que chegam às estações terminais, Mercado e Novo Hamburgo, 50 profissionais de limpeza, divididos em turnos específicos, usam álcool líquido para desinfetar janelas, portas e barras. O mesmo vale para as catracas e bilheterias, desinfetadas com álcool a cada trinta minutos aproximadamente.
 
O funcionamento da linha metrô-aeroporto do aeromóvel está temporariamente suspenso. As unidades do Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos, biblioteca presente nas estações Mercado e Novo Hamburgo, também permanecem fechadas até segunda ordem. Além disso, os bebedouros das estações foram desativados. Para garantir a saúde dos empregados, também estão sendo distribuídas máscaras e luvas e o teletrabalho é adotado no caso dos grupos mais vulneráveis.
 
Avisos sonoros, nas estações e trens, estão sendo emitidos com informações sobre a prevenção. Essas dicas também são veiculadas nas TVs disponíveis nos trens e estações, além de serem divulgadas por meio de um guia impresso e de publicações nas redes sociais da empresa e no site institucional. Vale lembrar que todos os trens devem circular com suas janelas abertas para que haja maior circulação de ar.
 
Governo do estado avalia medidas como adequadas
 
Na manhã desta sexta-feira (20), o diretor-presidente da Trensurb, Pedro Bisch Neto, manteve contato com o governador do estado, Eduardo Leite, e relatou as medidas tomadas pela empresa para prevenir a propagação do coronavírus. Ele também comunicou o governador sobre a queda na demanda de usuários do metrô. Segundo Bisch, a avaliação do governador é de que as medidas já adotadas pela empresa até o momento são adequadas.

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 508paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=5520&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000