Geman

Trens, trilhos, prédios e equipamentos

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 49 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores, um órgão de auditoria interna e uma ouvidoria. Conheça o trabalho da Gerência de Manutenção (Geman).

Quem faz? A equipe da Geman é constituída por um gerente, formado em engenharia mecânica, um assistente de serviços gerais, uma técnica de gestão e uma estagiária de ensino médio. Estão subordinadas à gerência três unidades organizacionais: os setores de Manutenção Predial e Equipamentos (Semap), Oficina (Seofi) e Via Permanente (Sevip).

O que faz? A Gerência de Manutenção é a área responsável pela orientação, coordenação, planejamento e controle da execução das diretrizes estabelecidas pela Diretoria de Operações para as atividades de manutenção do material rodante, via permanente, edificações e equipamentos eletromecânicos.

Como faz? A Geman desenvolve ações necessárias para o atendimento de demandas recebidas de todas as áreas da empresa, especialmente as operacionais. As ações são efetivadas por meio de suas unidades, Sevip, Seofi e Semap, e do uso de ferramentas de gestão, com enfoque nas pessoas, processos e resultados.

A manutenção preventiva e corretiva da via permanente aumenta de forma significativa a disponibilidade e confiabilidade dos trilhos, lastros e equipamentos secundários. A manutenção do material rodante – os trens – garante a disponibilidade e confiabilidade tão necessárias aos usuários do sistema. Entre os serviços realizados, encontra-se também o gerenciamento dos contratos e da execução de projetos específicos, como, por exemplo, a instalação de freios microprocessados nos trens da série 100. Além da via e dos trens, a Gerência de Manutenção planeja e fiscaliza todos os serviços de manutenção necessários nas edificações das 22 estações, incluindo a manutenção de todos os equipamentos eletromecânicos, como elevadores, escadas rolantes e estações de bombeamento.

Segundo o gerente João Luís Golgo Viana, a Geman busca sempre o aprimoramento das técnicas de manutenção preventiva e corretiva, visando atender todas as demandas apresentadas com alta eficiência, custo baixo e levando em conta o respeito e preservação do meio ambiente, através do uso de ferramentas da qualidade e com uma análise sistemática do modos de falhas e os planos de ação necessários para atenuar ou corrigir problemas que possam ter impacto direto ou indireto para os usuários do metrô. Esse processo de melhorias acontece aliado ao fortalecimento da área de Planejamento e Controle da Manutenção, que, entre outras demandas, planeja e estabelece metas de manutenção visando manter sempre elevada a confiabilidade da frota de trens.

Onde fica? Localizada no pátio de manutenção da Trensurb, em Porto Alegre, dentro da oficina de manutenção pesada dos trens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *