Uma visita especial

Thiago Gonsalves tem 34 anos, um a mais que o metrô operado pela Trensurb, e, desde pequeno, acompanha com interesse a evolução da empresa. Ele convive com o transtorno do espectro autista, mais conhecido como autismo. Durante uma visita no dia de ontem (12), ele pôde conhecer um pouco mais sobre a rotina e o funcionamento do sistema metroferroviário que liga Porto Alegre a Novo Hamburgo.

Leia mais →

Uma visita que realizou e despertou sonhos

“Realização de um sonho” foi como a mãe de Diego Rodrigues da Rosa, Liliane, definiu a visita do filho à Trensurb. Acontece que Diego é fascinado por trens. Pesquisa em casa sobre o funcionamento do metrô e acessa constantemente o site da empresa para saber das novidades.  É mais que um simples passageiro. Ele não apenas utiliza o serviço da Trensurb como meio de transporte rápido e eficiente, ele desfruta a viagem. Por vezes, já foi à Estação Unisinos com o único objetivo de viajar de trem, sem ter propriamente um destino certo ou algum compromisso que exigisse a locomoção. Foi por conta dessa admiração que a família de Diego entrou em contato com a Trensurb para solicitar uma visita à sede da empresa. Morador de São Leopoldo, o adolescente de 17 anos é portador do transtorno do espectro autista e do transtorno bipolar.

Leia mais →

Foto: Arquivo Trensurb

Futuro Usuário mostra a Trensurb aos estudantes

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Se para algumas pessoas andar de trem é um hábito cotidiano, para outras é uma realidade distante. Como por exemplo, os 26 estudantes da Escola Marcílio Dias, de Cidreira, que mês passado conheceram a Trensurb e viajaram de trem pela primeira vez, graças ao programa Futuro Usuário.

Criado em 1984, o programa Futuro Usuário busca mostrar aos estudantes como funciona o Sistema Trensurb e a ensiná-los como utilizar da melhor forma os serviços do trem. Os estudantes de Cidreira fazem parte de um grupo de mais de 200 mil estudantes que participaram do projeto, e tiveram a oportunidade de conhecer as oficinas, o Centro de Controle Operacional, e realizaram uma viagem de trem – a primeira da vida de muitos deles.

Neste mês, foi a vez de 35 alunos da Escola Luterana São Marcos, de Alvorada, que conheceram um pouco da história, da estrutura e da operação do sistema de trens. Para a educadora responsável pela visita, Ângela Moura, “é importante que desde cedo os nossos jovens reconheçam os meios de transporte, para entender como se dá a mobilidade urbana em nossas cidades”.

Você é professor ou professora, e ficou interessado em levar a sua turma para conhecer um pouco mais sobre a Trensurb? A escola pode agendar com a gente uma visita guiada através do Setor de Responsabilidade Socioambiental por e-mail ou pelo telefone 3363-8186.