Foto: Arquivo Trensurb

Estação Canoas mais colorida

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Se você circulou pela Estação Mercado no mês passado, pôde observar na Galeria Mario Quintana a exposição “Vida Paralela”, que reunia imagens de grafites feitos em muros e trabalhos em papel do artista plástico Amaro Abreu. Agora ele empresta sua arte para levar mais cor e vida para a Estação Canoas/LaSalle.

A intervenção fez parte do 1º Canoas Multicultural, realização da prefeitura municipal que coordenou atividades em diversos pontos da cidade. Além de Amaro, outros oito artistas de rua foram convidados a fazer seus traços no muro da Estação. “Cada um traz sua cultura e com isso temos uma grande diversidade artística nesse trabalho”, destaca o artista. Ele ainda ressalta que os desenhos ajudam a descontrair a rotina de quem passa pela Avenida Victor Barreto.

Nós já falamos do Amaro Abreu e da exposição Vida Paralela. Clique aqui para ler.

 

bira

Na luta pela cidadania

Foto: Arquivo Trensurb

Durante os últimos meses estamos contando histórias de pessoas que estão conectadas com a Trensurb de alguma forma. Como foi o caso do Lícaro e da Nailane que se conheceram nas viagens de trem, ou do Flávio, que trabalha no centro de controle operacional da empresa e cultiva as tradições gaúchas em cima de sua Harley Davidson.

Hoje é a vez do Bira, ou melhor dizendo, do Ubirajara Carvalho Toledo, 54 anos. Técnico industrial do Setor de Sinalização, ele trabalha na Trensurb há 28 anos.

Formado em Direito na Unilasalle, Bira tem em sua trajetória muito ativismo e luta no movimento social negro. Desde 1999 ele está engajado em contribuir com as comunidades rurais negras. Atualmente, Ubirajara é coordenador do Instituto de Assessoria às Comunidades Remanescentes de Quilombolas (IACOREQ), que busca desenvolver a cidadania nessas comunidades do Rio Grande do Sul.

O IACOREQ conta com aproximadamente 25 associados e profissionais de diversas áreas que trabalham voluntariamente.  Fundado em 18 de dezembro de 2001, ele foi o pioneiro na localização e cadastramento de quilombos no estado. “Nós somos apenas amplificadores das demandas dessas comunidades”, conta Bira.

Ano passado, Ubirajara fez parte da exposição Lanceiros Contemporâneos, organizada pelos Correios, e que esteve na Estação Mercado em março, destacando 20 personalidades por seu trabalho em prol das causas dos movimentos sociais afro-brasileiros.

Foto: Arquivo Trensurb

Excelência em gestão pública

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Dia 12 de dezembro será um dia especial para a Trensurb. Nesta data nós vamos receber duas certificações que atestam o crescimento da empresa em proporcionar o melhor para os usuários: GesPública e PGQP.

O Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (GesPública) é o resultado da evolução histórica de uma série de iniciativas do Governo Federal para promover a gestão pública de excelência. Criado em 2005, o Programa tem como principais características ser essencialmente público, ser contemporâneo, estar voltado para a disposição de resultados para a sociedade e ser federativo – com aplicação a toda a administração pública, em todos os poderes e esferas do governo.

Já o Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade foi criado em 1992 com o objetivo de promover a competitividade do Rio Grande do Sul para melhoria da qualidade de vida das pessoas através da busca da excelência em gestão com foco na sustentabilidade.

Parabéns a todos que colaboraram para estas conquistas, e que venham muitas outras!

Denis2

Gente nova nas estações

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Dênis Guilherme de Oliveira, 30 anos, é um dos 21 novos funcionários da Trensurb que estão participando do processo de integração na empresa: ele foi aprovado para o cargo de Assistente Operacional e vai trabalhar nas estações. Mora em São Leopoldo, é casado com Alessandra de Oliveira e tem uma filha de dois anos e oito meses, a Laura. Dênis não é novo no funcionalismo público. Ele era concursado da Secretaria Municipal de Água e Esgotos de São Leopoldo, onde trabalhou por cinco anos. Como bom morador da região metropolitana (é natural de Canoas), ele conta que o trem faz parte da sua vida desde sempre.

A empolgação com o novo emprego é visível nas atitudes de Dênis. Ele diz que é interessado em aprender e gosta de tomar a frente nas tarefas, de ter a liderança. Durante as atividades de integração, ele destacou que os funcionários que foram convidados a conversar com ele e seus colegas durante a primeira semana do processo lhe deixaram pensando bastante sobre o seu futuro na Trensurb: “Algumas pessoas que vieram conversar conosco têm 20, 25 anos de empresa e começaram nas estações, assim como eu. É muito legal saber que a empresa incentiva, valoriza e dá oportunidade para os funcionários de estudarem e crescerem aqui dentro“.

Como assistente operacional, Dênis já conquistou sua primeira usuária: Laura, sua filha, que andou pela primeira vez nos trens. “Ela ficou fascinada“, conta o mais novo funcionário da Trensurb.

Seja bem-vindo, Dênis!

Foto: arquivo Trensurb

Paixão pelas motos e pela tradição

Foto: arquivo Trensurb

Foto: arquivo Trensurb

Flávio Renato Kessler é funcionário da Trensurb há quase 30 anos e trabalha no Centro de Controle Operacional. Apesar da aparência um tanto séria, é daquelas pessoas que riem à toa. É casado há 29 anos com Maria Bambina e tem duas filhas, uma de 26 e outra de 24 anos. Quando perguntado sobre a origem do sobrenome da família, brinca que “é comum tipo o ‘Silva’, só que com origem na Alemanha Antiga”.

Kessler revela que, depois da família, tem duas grandes paixões: a sua moto Harley-Davidson e o DTG Trilhos da Tradição, do qual faz parte “desde que o terceiro pilar foi erguido”. Localizado no Parque Esportivo Eduardo Gomes, próximo à Estação Fátima, o DTG Trilhos da Tradição tem 10 anos de existência. Mesmo com a proximidade da Semana Farroupilha, ele lamenta que o DTG não seja mais popular entre seus colegas. “Eu gostaria que o DTG fosse mais prestigiado pelo pessoal da Trensurb “.

Já a história da moto é um pouco mais antiga. Ele conta que tinha uma moto quando conheceu sua esposa, mas com a chegada das filhas teve que se desfazer do veículo. Mais ou menos 26 anos depois, retomou sua ligação com o motociclismo. Hoje em dia, ele é um gaúcho pilchado dirigindo uma Harley. Ou um “harleyúcho”. Um exemplo de gaudério pós-moderno.

Foto: Arquivo Trensurb

Ampliando a acessibilidade nas estações

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Com o objetivo de melhorar cada vez mais o atendimento e ampliar a acessibilidade dos usuários nas estações, a Trensurb lançou um edital de licitação para contratar uma empresa que será responsável por realizar mudanças nas estações Rodoviária e Farrapos/IPA.

Na Estação Rodoviária, as melhorias envolvem a inclusão de plataforma para acesso de pessoas em cadeiras de rodas, elevadores (um de acesso à plataforma e outro para acesso a estação pela entrada na esquina da Rua da Conceição com a Avenida Júlio de Castilhos), pisos podotáteis e comunicação visual.

Já na Estação Farrapos/IPA, as intervenções envolvem pintura da estação, pisos podotáteis, comunicação visual, instalação de novo forro no saguão de usuários, substituição das esquadrias, impermeabilização da cobertura sobre a plataforma de embarque e desembarque, reforma dos banheiros de usuários para adequá-los à NBR 9050 – que exige a acessibilidade universal nos espaços urbanos -, instalação de elevador ligando o saguão à plataforma e nova iluminação no saguão e plataforma.

Além disso, a empresa ficará responsável pela instalação de um elevador na Estação Esteio, ligando a plataforma de embarque à bilheteria.

Com isso, a Trensurb reforça seu compromisso de trabalhar cada vez mais em prol de um serviço de transporte eficiente e de qualidade para todos os usuários. :)