ddccvm2

Trensurb participa de campanha pelo fim da violência contra as mulheres

Exposição realizada na Estação Mercado alerta para a causa. Foto: Arquivo Trensurb.

Exposição realizada na Estação Mercado alerta para a causa. Foto: Arquivo Trensurb.

Em 1991, foi criada a campanha global 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, atualmente realizada em mais de 130 países. O objetivo é promover debates e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres. A Trensurb participará através do Setor de Responsabilidade Socioambiental e do grupo Mulheres Metroviárias em Movimento.

Entre hoje e dia 10 de dezembro, através de parcerias com as secretarias de saúde dos municípios atendidos pelo metrô, material gráfico informativo será distribuído em seis estações da Linha 1. A programação das atividades é a seguinte:

– 2 de dezembro – Estação Santo Afonso
– 3 de dezembro – Estação São Leopoldo
– 4 de dezembro – Estação Sapucaia
– 5 de dezembro – Estação Esteio
– 6 de dezembro – Estação Mathias Velho
– 10 de dezembro – Estação Mercado

Venha com a gente apoiar esta causa!

Sobre a campanha

Vinte e três mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres, lançaram a campanha dos 16 dias de ativismo. As participantes escolheram um período de significativas datas históricas que marcaram a luta das mulheres – começando no dia 25 de novembro, data do I Encontro Feminista da América Latina e Caribe (em 1981) e dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres; terminando no dia 10 de dezembro, dia Internacional dos Direitos Humanos.

Foto: Arquivo Trensurb

Treinamento do GATE garante segurança aos usuários

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

 

A palavra segurança faz parte do vocabulário de quem trabalha na Trensurb, seja durante o transporte dos usuários quanto em situações de emergência. Exatamente visando este último que a empresa recebeu recentemente treze integrantes do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) da Brigada Militar.

A ação fez parte do décimo treinamento de especialização em operações especiais do GATE.

O sargento Alexsandro Jacobowski destaca que a Trensurb é uma empresa de mobilidade urbana estratégica e que é fundamental ter um plano de ação em caso de emergência, para garantir a total segurança dos usuários do sistema. Durante a visita, os agentes conheceram o Centro de Controle Operacional do sistema metroviário e realizaram um treinamento de intervenção tática dentro dos trens estacionados no pátio da empresa.

Foto Luiz Soares (4)

De olho no futuro

Foto Luiz Soares (4)

“Hoje nós somos uma família metroviária”. É o que afirma Dóris Souza Coelho, 44 anos, sobre ela e o marido, Luciano Castro, que atua no Centro de Controle Operacional (CCO) da Trensurb. Dóris e Luciano são casados há 25 anos e se conheceram na faculdade de engenharia química da PUCRS. O casal também trabalhou junto na hoje extinta Companhia União de Seguros Gerais até o ano 2000. Em 2003, Luciano ingressou na Trensurb e logo disse para a esposa: “Quer ser minha colega de novo? A empresa é muito boa, o ambiente é muito bom e acredito que temos condições de crescer profissionalmente lá”. E foi o que Dóris fez.

Em 2006, ela prestou concurso e foi aprovada, sendo convocada em 2008. Trabalhou em diversas estações até que surgiu a oportunidade de passar ao cargo de assistente operacional padrão 2. Desde o início do mês, Dóris é responsável pela coordenação das atividades da Estação Niterói.

Ela destaca que já começou na empresa com o objetivo de ascender na profissão: um dia quer chegar ao CCO, como o marido. Ela destaca a importância de dar suporte aos colegas: “Receber os novos assistentes nas estações é uma grande responsabilidade. Passar o trabalho da maneira correta é de extrema importância porque influencia diretamente no resultado da estação”.

Foto: Arquivo Trensurb

Inscrições para o Programa Estação Educar 2014 começaram

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Você tem 15 anos e quer começar a construir seu futuro profissional agora? A Trensurb pode te dar uma força através do Programa Estação Educar 2014.

O projeto, realizado em parceria com o SENAI, vai oferecer aprendizado profissional para 40 jovens através do curso de assistente administrativo.

Os participantes devem estar matriculados na escola em cursos regulares do Ensino Médio em 2014, ter disponibilidade para cumprir a carga horária de 4h diárias no turno inverso da escola, possuir renda familiar mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e residir em um dos municípios atendidos pelo metrô (Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo).

As inscrições para a seleção iniciaram nesta semana, através do site da Trensurb, e vão até as 11h do dia 9 de dezembro. Veja mais sobre o Programa Estação Educar 2014 acessando o site da Trensurb.

logotipo AMA Samaritano

Um ombro amigo sempre que precisar

logotipo AMA Samaritano

 

Já dizia a música do Milton Nascimento, que “amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito”. No entanto a vida é cheia de caminhos e decisões que podem te deixar sozinho em alguns momentos. Ter uma palavra de carinho e solidariedade nessas horas pode fazer a diferença. É pensando nisso que foi criado em 1953, na Inglaterra, o grupo Amigos Anônimos Samaritanos Mundiais – AMA.

A entidade internacional possui 38 mil voluntários atuando em 480 postos espalhados pelo mundo. O único posto instalado em uma estação de metrô fica aqui, na Estação Farrapos/IPA da Trensurb.

O objetivo do AMA é oferecer apoio emocional a quem precisa e evitar situações que atentem contra a vida, sem fins políticos, religiosos, financeiros e filosóficos. Os amigos anônimos estão dispostos a ouvir e apoiar a quem os procura, compreendendo os sentimentos alheios com sigilo absoluto e atendimento totalmente gratuito.

Quem precisa de uma palavra de conforto ou quer fazer parte do AMA, pode entrar em contato a qualquer momento pelo telefone (51) 3211-2888 das 13h às 22h em qualquer dia da semana, ou enviar um e-mail para samaritanosmundiais@gmail.com. Na Estação Farrapos, o atendimento acontece das 13h às 16h nas terças e quintas, e das 19h às 22h nas terças e sábados.

Foto: Arquivo Trensurb

Dia D na Trensurb – limpeza e organização

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Trabalhar em um ambiente organizado, limpo e com ações sustentáveis. O Dia D é uma ação interna da Trensurb que visa melhorar o ambiente de trabalho de quem atua na área de manutenção dos trens.

Durante a atividade, realizada no início do mês, os funcionários refizeram a pintura de faixas de sinalização nas portas e no chão, além de organizarem materiais de escritório e de manutenção. Os objetos sem uso ou com problemas foram enviados para descarte ou reciclagem.

O Dia D é inspirado no Programa 5S, uma ferramenta de qualidade criada no Japão e baseada em uma filosofia de trabalho que promove a consciência e a responsabilidade de todos em um setor. Segundo o diretor de Operações da Trensurb, Paulo Renato Amaral, “esta iniciativa é fundamental para manter um alto padrão de eficiência e segurança no local de trabalho desses profissionais, pois com um ambiente limpo e organizado, além de se oferecer mais qualidade de vida aos que trabalham lá, teremos também uma maior produtividade nos serviços de manutenção”.