Novos seguranças recebem treinamento de jiu-jitsu

A Trensurb está em processo de convocação, contratação e treinamento de 59 agentes da segurança metroviária. Recentemente, a primeira turma de novos agentes, com 30 integrantes, foi até a Academia Alex Tchaka/Michel Maia BJJ, em São Leopoldo, para receber treinamento em artes marciais. A iniciativa da excursão foi de Gilberto Santos, controlador de segurança da Trensurb e instrutor no curso de defesa pessoal dos agentes. A aula teve foco no jiu-jitsu, que, segundo Santos, “não é uma luta tão agressiva e foca na imobilização”.

Leia mais →

Desenvolvendo competências

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com mais de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Treinamento (Setre).

Quem faz? A equipe do Setre é composta por cinco empregados, três administradores e dois técnicos em administração. Também fazem parte do setor três estagiários, um de ensino superior e dois de ensino médio.

O que faz? O Setre tem como objetivo principal o desenvolvimento das competências individuais e coletivas dos empregados, sendo os treinamentos voltados para a eficiência das pessoas no desempenho de atividades pertinentes à sua ocupação. O processo de desenvolvimento organizacional é fundamental e de grande importância para a empresa, visando com a capacitação dos empregados a melhoria nos serviços prestados e uma maior satisfação dos usuários do metrô.

Leia mais →

Foto: Arquivo pessoal

Conectada com o Esporte

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

 

A Camila se conecta com o seu sonho de ser campeã olímpica através da Trensurb. Conheça a sua história:

A rotina da Camila Zeferino é bem atípica, se comparada a dos jovens de 17 anos, sua idade. Isso porque ela divide seu tempo entre os estudos em Esteio, onde mora, e o judô em Porto Alegre, onde treina há dois anos.

Tudo começou no condomínio onde mora. “Eu já tinha feito balé e capoeira antes. Aí aqui começaram a dar aulas de judô. Fui assistir um dia, depois outro, até que acabei gostando e nunca mais saí”, conta. No início, sua mãe não gostava muito da ideia de ver a filha no tatame. “Hoje ela é a minha maior apoiadora”, diz a atleta.

O resultado da dedicação ao esporte se reflete nas premiações: Camila já perdeu a conta de troféus e medalhas conquistados, mas ressalta dentre eles o prêmio de vice-campeã no campeonato brasileiro de judô da sua categoria. E sonha com mais: “Acho que a meta de todo atleta é conquistar uma medalha olímpica”.

Na busca pelo lugar mais alto do pódio, Camila divide sua rotina diária entre estudar de manhã, e de tarde pegar o trem rumo a Estação Aeroporto, onde ainda pega um ônibus até o Grêmio Náutico União, aonde treina. “Quando as aulas acabaram no condomínio, o União ofereceu toda a estrutura para que eu continuasse treinando e participando das competições”.

Camila está no último ano do Ensino Médio, mas não decidiu para qual curso irá prestar vestibular. Enquanto isso, ela segue treinando e conquistando mais medalhas nos tatames do mundo.

E você? Quais as conexões que nós te ajudamos a fazer? Use o app Trensurb Conexões para nos mostrar!

Crédito da foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Segurança na Copa

Crédito da foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Crédito da foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Ano que vem teremos a realização da Copa do Mundo no Brasil. Porto Alegre será palco de cinco jogos da competição. Se depender da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS), eles querem estar preparados para qualquer situação. Tanto que contaram com a ajuda da Trensurb para isso.

No início de dezembro, o trem foi palco de um exercício entre as estações Aeroporto e Anchieta. Atores simularam o sequestro de um turista na saída da linha do Aeromovel. Na Estação Anchieta, o trem foi bloqueado na via para que se iniciassem as negociações. O Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) foi avaliado durante o treinamento, que durou 2h15. Além disso, uma unidade do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) foi montada na sede da Trensurb. Durante a Copa, serão três centros em operação: Um na SSP, um no estádio Beira-Rio, e um móvel.

Foto: Arquivo Trensurb

Treinamento do GATE garante segurança aos usuários

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

 

A palavra segurança faz parte do vocabulário de quem trabalha na Trensurb, seja durante o transporte dos usuários quanto em situações de emergência. Exatamente visando este último que a empresa recebeu recentemente treze integrantes do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) da Brigada Militar.

A ação fez parte do décimo treinamento de especialização em operações especiais do GATE.

O sargento Alexsandro Jacobowski destaca que a Trensurb é uma empresa de mobilidade urbana estratégica e que é fundamental ter um plano de ação em caso de emergência, para garantir a total segurança dos usuários do sistema. Durante a visita, os agentes conheceram o Centro de Controle Operacional do sistema metroviário e realizaram um treinamento de intervenção tática dentro dos trens estacionados no pátio da empresa.