34 anos de compromisso socioambiental

No último sábado (2), completaram-se 34 anos da cerimônia de inauguração do primeiro trecho da Linha 1 da Trensurb, entre as estações Mercado e Sapucaia. Dois dias depois do ato inaugural, em 4 de março de 1985, o metrô abriu suas portas definitivamente para a população, com o início da operação comercial.

Em meio às comemorações desse aniversário, a Trensurb estará lançando a edição 2018 de seu Relatório Socioambiental, que, anualmente, busca dar transparência às ações e resultados alcançados pela empresa, funcionando também como ferramenta de avaliação de desempenho. O Relatório é mais um canal de prestação de contas, com informações sobre a atuação e as estratégias corporativas em diversos âmbitos, destacando as contribuições que a Trensurb deu à sociedade ao longo do ano principalmente em relação a questões sociais e ambientais, temas centrais na atuação da empresa ao longo de mais de três décadas.

Leia mais →

Coordenando a atividade-fim da empresa

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 49 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores, um órgão de auditoria interna e uma ouvidoria. Conheça o trabalho da Gerência de Operações (Geope).

Quem faz? A equipe da Geope é composta por quatro empregados: um gerente, dois assessores e um administrador. Também faz parte do setor um estagiário de nível superior.

O que faz? A Gerência de Operações é o órgão da empresa responsável pela orientação, coordenação e controle da execução das diretrizes estabelecidas pela Diretoria de Operações (Dirop) para as atividades centralizadas de controle operacional, de produção de transporte, venda de créditos de viagem, atendimento, informações e segurança dos usuários. Estão subordinadas à unidade os setores de Controle Operacional (Secot), Tráfego (Setra) e Operações (Seope).

Leia mais →

Etiqueta Urbana: sétima etapa da campanha

Os usuários do metrô que acessaram a Estação Mercado na tarde da última quarta-feira (21) logo escutaram o som de música gauchesca e depararam-se com o Zurbinho, mascote da Trensurb, e Alípio Tchutchukinho, personagem interpretado pelo ator Maikinho Pereira. Era o lançamento da sétima etapa da campanha de Etiqueta Urbana, que divulga dicas de boa convivência no metrô desde 2011. Na ocasião, no saguão da estação, foi exibido um novo videoclipe educativo, com música composta por Anderson Luis e Daniel, e guias com as dicas foram distribuídos.

“Buscamos dialogar com os usuários do sistema para que, com pequenos gestos, contribuam para a boa fluidez dos serviços e o bem-estar de todos que utilizam o trem. O Guia Etiqueta Urbana da Trensurb não é uma diretriz apenas para o metrô, pois suas orientações transcendem um modal ou sistema específico”, afirma o diretor-presidente da Trensurb, David Borille. Para o gerente de Comunicação Integrada da empresa, Jânio Ayres, com a campanha que já vem desde 2011, a Trensurb está “investindo numa mudança cultural, em que a gentileza se impõe como prática cidadã”.

Leia mais →

Mobilidade e evolução

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Planejamento e Projetos de Mobilidade Urbana (Semob).

Quem faz? O setor conta com quatro empregados – um arquiteto, um engenheiro civil, um técnico em estradas e uma assistente de serviços – e três estagiários – que cursam arquitetura ou engenharia civil.

O que faz? É responsável pelos planos e projetos de mobilidade urbana da Trensurb. O setor realiza estudos com objetivo de expandir o atual sistema para futuras áreas da região metropolitana, executando e acompanhando o desenvolvimento de planos, programas e projetos relativos à expansão física do sistema, viabilizando a integração física, operacional e tarifária com os diferentes modos possíveis de transporte e assessorando a Superintendência de Desenvolvimento e Expansão na definição de políticas e planos na área de transporte.

Leia mais →

5º Seminário de Ética e Responsabilidade Socioambiental da Trensurb, realizado no dia 05 de julho. Foto: Marco Pecker

Trensurb conectada com o meio ambiente

5º Seminário de Ética e Responsabilidade Socioambiental da Trensurb, realizado no dia 05 de julho. Foto: Marco Pecker

5º Seminário de Ética e Responsabilidade Socioambiental da Trensurb, realizado no dia 05 de julho.  Foto: Marco Pecker

Fazer a sua parte para fazer do mundo um lugar melhor. A Trensurb  valoriza este ideal em sua gestão ao ampliar as ações socioambientais desenvolvidas pela empresa. Nos últimos anos este tema tem recebido bastante atenção, e hoje colhe resultados bastante expressivos, como o serviço de coleta seletiva nas estações, que completou cinco anos e foi responsável pela coleta de mais de 45 toneladas de resíduos para reciclagem.

A questão ambiental tem lugar de destaque em várias áreas da empresa. Tanto que, desde 2011, a Trensurb aderiu à Agenda Ambiental na Administração Pública, projeto que busca incluir a gestão socioambiental sustentável nas atividades administrativas e governamentais do Governo. Não demorou muito, e em 2012 a empresa criou um setor específico para tratar deste assunto.

Vale lembrar que, quando você opta por viajar de trem ao invés de outros meios de transporte, também está colaborando com a natureza.

Quer um exemplo?

No ano passado, o número de viagens de trem realizadas evitou que 741.870 viagens de ônibus fossem feitas. Isso significa que mais de três mil toneladas de dióxido de carbono não foram emitidas no ar.