Família, disciplina e bem-estar

Marcelo Fernandes dos Santos tem 39 anos e mora em Charqueadas, mas nasceu em São Jerônimo. Viaja todos os dias 60 quilômetros para trabalhar na Gerência Jurídica da Trensurb, mas não vê problema nisso: “O caminho é muito interessante”, diz. Marcelo é advogado formado pela PUCRS, prestou concurso para a Trensurb em 2013 e está na empresa há dois anos. Anteriormente, trabalhava na Companhia Riograndense de Mineração, em Candiota, e vivia em Bagé, mas conta que se sentia distante dos pais, que moram em Charqueadas. Quando foi convocado pela Trensurb, resolveu aproveitar a oportunidade de voltar a ficar perto deles.

Leia mais →

Irmãos juntos na vida e no trabalho

Larissa Gueno de Paoli tem 31 anos, é natural de Boqueirão do Leão, no interior do estado, e trabalha há sete anos na Trensurb. Ela é formada em design de interiores, função que desempenha no contraturno da sua escala de trabalho. Fernando Gueno de Paoli é natural de Porto Alegre, tem 24 anos e, no próximo mês de março, completa cinco anos na Trensurb. Fernando é técnico em administração por formação e atualmente cursa gestão pública. Os dois têm em comum o mesmo sobrenome, trabalham na mesma empresa e um laço ainda maior que os une: são irmãos.

Leia mais →

Uma trajetória de amadurecimento

José Eurico Reis Pinto tem 58 anos, é natural de Porto Alegre e trabalha há 33 anos na Trensurb. Começou em 11 de março de 1985, poucos dias após o início da operação comercial do metrô, em 4 de março. Reis, como é chamado pelos colegas, ingressou como agente de estação e, a partir de 1987, passou a atuar como operador de trens. Em 2010, foi aprovado no processo seletivo interno para trabalhar no Centro de Controle Operacional (CCO) da empresa, onde atua até hoje.

Leia mais →

Denis2

Gente nova nas estações

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Dênis Guilherme de Oliveira, 30 anos, é um dos 21 novos funcionários da Trensurb que estão participando do processo de integração na empresa: ele foi aprovado para o cargo de Assistente Operacional e vai trabalhar nas estações. Mora em São Leopoldo, é casado com Alessandra de Oliveira e tem uma filha de dois anos e oito meses, a Laura. Dênis não é novo no funcionalismo público. Ele era concursado da Secretaria Municipal de Água e Esgotos de São Leopoldo, onde trabalhou por cinco anos. Como bom morador da região metropolitana (é natural de Canoas), ele conta que o trem faz parte da sua vida desde sempre.

A empolgação com o novo emprego é visível nas atitudes de Dênis. Ele diz que é interessado em aprender e gosta de tomar a frente nas tarefas, de ter a liderança. Durante as atividades de integração, ele destacou que os funcionários que foram convidados a conversar com ele e seus colegas durante a primeira semana do processo lhe deixaram pensando bastante sobre o seu futuro na Trensurb: “Algumas pessoas que vieram conversar conosco têm 20, 25 anos de empresa e começaram nas estações, assim como eu. É muito legal saber que a empresa incentiva, valoriza e dá oportunidade para os funcionários de estudarem e crescerem aqui dentro“.

Como assistente operacional, Dênis já conquistou sua primeira usuária: Laura, sua filha, que andou pela primeira vez nos trens. “Ela ficou fascinada“, conta o mais novo funcionário da Trensurb.

Seja bem-vindo, Dênis!

trensurbconexoes

Quais são as suas conexões?

trensurbconexoes

Mais do que conectar cidades, a Trensurb conecta pessoas. Muita gente pega o trem para poder ir ao trabalho, estudar, ver os amigos, namorar… e você? Quais são as suas conexões?

Através do Facebook, com o app Trensurb Conexões você pode mostrar quais as conexões que a Trensurb ajuda você a realizar no seu dia a dia.

– Como funciona?

Através do aplicativo, você escolhe seus amigos no Facebook, indica qual o trajeto entre estações existe entre vocês e o tipo de conexão. Seu amigo recebe a notificação, e após a aprovação dele, sua conexão aparece na linha do tempo.

– Desafios mensais

Cada mês o Trensurb Conexões terá um desafio a ser cumprido pelos usuários. Neste momento, o desafio do mês é montar o maior número de conexões de trabalho. Quem vencer o desafio ganha um passeio com mais três amigos na cabine do trem. A cada rodada, um desafio diferente.

Acesse e participe!