Controle das finanças

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho da Gerência de Orçamento e Finanças (Georf).

Quem faz? Enquanto unidade administrativa da Trensurb, a Georf é constituída por apenas uma pessoa, o gerente Jair Bernardo Corrêa, administrador de empresas formado pela Unisinos, que possui pós-graduações em logística, pela UFRGS, administração da tecnologia da informação, pela Unisinos, e gestão de negócios, pela Fundação Dom Cabral.

À gerência, no entanto, estão vinculados três setores: de Orçamento (Seorc), de Pagamentos e Receitas (Separ) e de Contabilidade e Patrimônio (Secop). Incluindo a gerência e os três setores, são 27 empregados, entre contadores, administradores, técnicos administrativos, técnicos contábeis e assistentes. Há, também, estagiários das áreas de ciências contábeis e administração de empresas. A Georf responde diretamente à Diretoria de Administração e Finanças da empresa. 

O que faz? As atividades desenvolvidas pela Georf e seus setores são: orientação, coordenação e controle da execução das diretrizes estabelecidas pela Diretoria de Administração e Finanças para as atividades de orçamento, receitas, guarda e aplicação dos recursos financeiros, acompanhamento das despesas, pagamentos, apuração de tributos, atividades contábeis e de controle dos bens patrimoniais.

Leia mais →