Em contato com a natureza

Cristiane Curi da Silva, de 28 anos, nasceu em Porto Alegre e mora em Canoas. Atua como técnica em administração no Setor de Responsabilidade Socioambiental (Seram) da Trensurb. Com o desejo de adquirir mais conhecimento e experiência na sua área, ela prestou concurso público em 2012 e aguardou ser convocada.

Anteriormente, trabalhou por quatro anos em uma secretaria do estado, mas tinha o desejo de adquirir experiência em uma nova empresa. Em dezembro de 2014, chegou à Trensurb para realizar atividades administrativas do Seram, setor em que continua atuando. Entre as atividades que já desenvolveu, Cristiane destaca como as mais prazerosas aquelas que envolvem o contato com o público externo, como projetos ambientais ou visitas técnicas à empresa realizadas por escolas. “Gosto dessa relação com os usuários e de prestar serviço, porque me faz sentir mais responsável”, declara.

Leia mais →

Entrevista: a busca por arte e significado nas fotografias de Marcel Estivalet

A partir deste dia 1º, a Galeria Mario Quintana, localizada na Estação Mercado da Trensurb, recebe a exposição Oh, Alegrete!, do fotógrafo Marcel Estivalet. O trabalho busca retratar, através da percepção artística de Marcel, as belezas da cidade e a cultura do pampa. Entre os registros, estão elementos marcantes da tradição gaúcha, como os cavalos, a ponte sobre o Rio Ibirapuitã, a escultura do Negrinho do Pastoreio – símbolo de atração turística de Alegrete -, a estação e o transporte ferroviários.

A exposição nasceu a partir de uma viagem do fotógrafo com seu pai a Alegrete. “Meu pai é natural de lá e eu não conhecia a cidade, mas fui com a máquina e comecei a fotografar.  Quando voltei, vi as fotos que tinha feito e assim nasceu a exposição. Lá o transporte ferroviário foi muito presente e ainda se pode ver os trilhos pelas ruas, por isso encontrei uma relação com a Trensurb e a Galeria”. Para ele, esta intervenção cultural é importante para o seu trabalho, pois é uma forma de compartilhar o próprio olhar. “Às vezes, olhamos algumas cenas que nos despertam percepções que não devem ficar só na nossa caixinha, na nossa cabeça”, afirma.

Natural de Porto Alegre, Marcel Estivalet é formado em violão clássico pela UFRGS e atua como músico e professor desde 2006. Seu contato com a fotografia iniciou há cinco anos, na tentativa de registrar seu olhar sobre determinados ambientes que conheceu. “Meu pai foi minha maior influência, pois ele sempre fotografou por hobby. Para mim, fotografar é uma atividade paralela em que procuro, nos locais por onde passo, arte e algum significado”.

Quer saber mais sobre Marcel e seu trabalho? Confira a seguir a entrevista que fizemos com ele.

Leia mais →

Um existencialista

Paulo André Geitens, de 46 anos, é pai e também já é avô de uma menininha chamada Isabeli. Exerce a função de técnico em administração na Gerência Jurídica da Trensurb há quatro anos. Sua principal função é cuidar dos pagamentos cíveis e trabalhistas. Antes de ser aprovado no concurso da Trensurb, Paulo foi proprietário de uma casa de produtos naturais, produziu lanches vegetarianos, foi guarda-parques e também trabalhou em uma exposição egípcia que circulou pelo Brasil. Ao ingressar na área jurídica da empresa, começou a estudar direito na Unisinos e, em 2015, pôde cursar uma cadeira de direito penal econômico em Portugal, aproveitando a oportunidade para conhecer a Itália. Nesse período, trabalhou em uma fazenda na região da cidade de Belluno, no norte do país, a 200 km da Áustria, e pôde ir de bicicleta até a localidade onde sua família originou-se.

Leia mais →

pipas

Festival das Pandorgas em Sapucaia do Sul

Crédito: Daniela Lame

Crédito: Daniela Lame

Não estranhe se durante a viagem de trem você encontrar algumas pessoas levando pandorgas nas mãos e descendo na Estação Sapucaia – certamente estão indo ao Morro do Chapéu para testar a aerodinâmica de sua criação antes do Festival das Pandorgas.

Em 2010, acontecia em Sapucaia do Sul a última edição do Festival das Pandorgas. O evento tinha a proposta de reunir os estudantes do município nas proximidades do Morro do Chapéu para aprender mais sobre a zona rural da região e ensinar a importância da preservação ambiental. O concurso premiava as cinco melhores pandorgas em duas categorias, infantil e juvenil.

Crédito: artesanatoereciclagem.com.br

Crédito: artesanatoereciclagem.com.br

Depois de um hiato de dois anos, a prefeitura de Sapucaia vai consolidar o evento na agenda cultural da cidade e já tem até data marcada para a realização neste ano: 22 de novembro. O objetivo é reunir cerca de 2 mil pessoas, vindas de todas as escolas da cidade, municipais, estaduais e particulares, além de grupos e entidades que desejarem participar do Festival.

Foto Marco Pecker (158)

Trensurb: sete mil árvores em NH

Foto Marco Pecker (158)

Uma grande obra de infraestrutura pode trazer muitos benefícios às pessoas, mas também acaba gerando um impacto no meio ambiente, mudando a paisagem, o local, a natureza da região. Quando isso acontece, as empresas compensam esse impacto com diversas ações, como é o caso da Trensurb em Novo Hamburgo.

Com quatro novas estações no município – uma já em operação –, a empresa está realizando o plantio de árvores na região. Ao todo já foram plantadas mais de 7 mil mudas distribuídas em torno do Arroio Cerquinha, Aterro Roselândia, na Avenida Nações Unidas e em demais vias públicas e bairros.

No momento, mais três mil árvores estão em plantio em outros lugares da cidade colaborando para uma Novo Hamburgo mais conectada com a natureza.