Conectando-se com os colegas e consigo mesma

Aline Virginia Homem Nunes, de 32 anos, é natural de São Leopoldo e mora em Canoas. Formada em administração pela Ulbra e pós-graduada em gestão pública pela UFSC, ela ingressou na Trensurb em 2012, como técnica em administração. Inicialmente, trabalhava na área de manutenção e, há cerca de um ano, foi transferida para o Gabinete da Presidência, o que representou um novo desafio em sua carreira. Na manutenção, Aline era responsável por dados estatísticos, gestão de pontos, pessoas e patrimônio. Em sua função atual, dá suporte ao chefe de gabinete e assessores no recebimento, tramitação e arquivamento de documentos oficiais, entre outras atividades administrativas.

A técnica conta que um dos principais motivos da decisão por fazer concurso para trabalhar na Trensurb, além de almejar crescimento e melhor remuneração, foi o serviço que a empresa presta à população, atendendo a quem precisa se deslocar pela região. Isso, segundo Aline, faz com que seu trabalho se torne mais gratificante, pois ele tem um propósito e envolve um bem maior.

Leia mais →

A convivência na diferença

Convivência – palavra essencial para um sistema de transporte por onde passam quase 200 mil usuários por dia. Em meio a toda essa gente, existem pessoas dos mais variados tipos, de todas as caras, cores, gostos e jeitos. Diferença requer tolerância e respeito, que se consegue através da empatia gerada, adivinhe só, pela convivência. “Não é só importante para eles saírem. É importante para outras pessoas conviverem com eles. Entenderem que têm medos, que às vezes podem gritar. Os dois lados ganham e aprendem”, afirma a educadora social Teresinha Oliveira, referindo-se a seus alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Sapucaia do Sul. Dentre os variados tipos de pessoas, existem aquelas que se enquadram nos objetivos da organização social. A APAE caracteriza-se por promover a atenção integral à pessoa com deficiência intelectual e múltipla. A associação presta serviços de educação, desenvolvimento social e atendimento clínico.

Leia mais →

sextacurta

Sexta Curta Trensurb com programação especial

sextacurta

O projeto cultural Sexta Curta Trensurb – Cultura, Lazer e Convivência chegou a sua 7ª edição. Para comemorar, durante os meses de outubro e novembro haverá uma programação especial com os filmes clássicos que já passaram pelo programa. O público interno da Trensurb terá a oportunidade de ver ou rever curtas como Ilha das Flores, O Dia Que Dorival Encarou a Guarda, Barbosa, dentre outros.

O Sexta Curta Trensurb teve início em setembro de 2006, com o objetivo de promover lazer e cultura para os diversos segmentos de públicos internos que convivem na Trensurb. O projeto já exibiu mais de 150 filmes, a maioria produções gaúchas, em parcerias firmadas com o Núcleo de Especiais da RBS TV, Associação Brasileira de Cinema de Animação, Casa de Cinema de Porto Alegre e produções independentes. O número total de espectadores ultrapassa cinco mil pessoas.

Durante as próximas sextas-feiras, às 13h, serão exibidos “Ilha das Flores”, “Deus Ex Machina” e “Dona Cristina perdeu a memória” e “Dormentes do Tempo”. Em novembro, entra na programação “Foi onde deu pra chegar de bicicleta”, “ O dia que Jesus falou em português”, “O dia em que Dorival encarou a guarda” e “Barbosa”.

No dia 27 de setembro foi realizada uma exibição especial do Sexta Curta Trensurb, com o filme “O Admirável Lançador de Dardos”, que teve cenas gravadas dentro dos trens. O evento contou com a presença do diretor do curta, Boca Migoto, e da produtora executiva, Mariana Mêmis Müller, que conversaram com o público presente sobre a realização do filme.