Mobilidade em debate – parte 3: expansão da Trensurb, mobilidade integrada e financiamento

Recentemente, a Trensurb recebeu em sua sede um seminário realizado em parceria com a Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos). Intitulado “Desafios para o Avanço da Mobilidade sobre Trilhos na Região Metropolitana de Porto Alegre”, o evento contou com a presença de especialistas, gestores públicos e autoridades, buscando debater o futuro dos trilhos na mobilidade urbana e apresentar aos gestores os benefícios da expansão da rede metroferroviária. Nesta série de três publicações, trazemos os principais pontos apresentados no seminário, em seus painéis e pelos gestores presentes. Após destacarmos as manifestações das autoridades e gestores participantes e os temas tratados no primeiro painel do evento, trazemos um resumo do segundo painel, que trouxe apresentações: de estudos da Trensurb para expansão dos serviços; da importância da mobilidade integrada; de programas de financiamento do governo federal.

Leia mais →

Os 77 anos de Canoas

Na próxima segunda-feira, 27 de junho, a cidade de Canoas completa 77 anos. O município é considerado um dos maiores polos industriais do Brasil e possui o terceiro maior PIB do Rio Grande do Sul, atrás apenas de Porto Alegre (1°) e Caxias do Sul (2°), segundo publicação de dezembro de 2015 da Fundação de Economia e Estatística (FEE) do RS.  Conforme o Censo 2014 do IBGE, a área de Canoas compreende 131 quilômetros quadrados com uma população de 339.979 habitantes.

Mobilidade urbana

Caracterizada por ser constituída somente por zona urbana, a cidade conta já há 31 anos com seis estações da Trensurb: Niterói, Fátima, Canoas, Mathias Velho, São Luís e Petrobras. O total de usuários do metrô que embarcaram nessas estações em 2015 foi de 16,6 milhões, sendo 5,5 milhões apenas da Estação Canoas e 4,3 milhões da Estação Mathias Velho. Entre as estações com maior número de usuários, Canoas e a Mathias Velho ocupam o segundo e o terceiro lugar, respectivamente, atrás somente da Estação Mercado.

Leia mais →

Foto por Fernanda Garrido (58)

Milhares de pessoas passam pela Mathias Velho

Entre as 22 estações da Linha 1 da Trensurb, a Mathias Velho é uma das mais movimentadas. Neste ano, foram quase quatro milhões de usuários embarcando no metrô por meio da estação até o presente momento. Isso se deve ao fato de estar localizada no bairro mais populoso de Canoas que, não por coincidência, dá o nome à estação.

O entorno contribui para o grande fluxo de pessoas na Mathias Velho. Além dos moradores, ela ainda recebe os usuários de um terminal de integração localizado do lado da estação e também quem compra no variado comércio próximo. Pensando nisso, a Trensurb e Prefeitura Municipal de Canoas firmaram termo de cessão da área do terminal de integração multimodal, que será destinada à construção de um centro popular de compras, o Shopping Popular Mathias Velho, que deve acompanhar a remodelação do terminal. A cessão do espaço à administração municipal tem prazo de 25 anos, prorrogáveis por mais 10. O termo firmado prevê, ainda, o suporte à futura construção de mais dois andares superiores, que seriam destinados ao estacionamento de automóveis, motocicletas e bicicletas, facilitando a integração com o trem. Para o consultor especial da Trensurb, Rubens Pazin, que acompanha o projeto, o empreendimento significa benefícios para todos: “Ganham os ambulantes, o empresário que administrar o local, os usuários, a Trensurb, a Metroplan e o município. Tudo isso porque uma área da cidade será qualificada”.

Outro projeto que promete melhorar o acesso à Estação Mathias Velho e a mobilidade em Canoas é o aeromóvel. A Trensurb e a prefeitura firmaram um protocolo de cooperação para desenvolver um estudo de viabilidade técnica e econômica a respeito da implantação do aeromóvel, que ligará os bairros Mathias Velho e Guajuviras à estação do metrô. O projeto já tem os recursos garantidos pelo Ministério das Cidades para sua implantação. O trecho ligará a Estação Mathias Velho da Trensurb à Avenida 17 de Abril, no Bairro Guajuviras. Essa primeira etapa terá 5,9 quilômetros e nove estações.

Com base no constante incentivo da Trensurb a projetos culturais, no dia de hoje (19), a estação receberá uma visita singular. Isso porque, às 18h, ocorrerá a instalação do piano Schwartzmann customizado pelo artista Cadu Peixoto. A inauguração será marcada por uma apresentação de jazz do pianista Renato Borba. O projeto Piano Livre propõe a colocação de dez pianos em locais públicos de Porto Alegre e Canoas, providos de segurança e protegidos de variações climáticas. Qualquer pessoa poderá utilizar os pianos para tocar como e o que desejar. Os instrumentos permanecerão instalados até abril de 2015, quando serão remanejados, possivelmente dando continuidade a novos projetos.

A estação Niterói fica localizada no município de Canoas.

A primeira estação além da capital

 

 

A estação Niterói fica localizada no município de Canoas.

A estação Niterói fica localizada no município de Canoas.

Cercada por alguns dos bairros mais populosos de Canoas, Niterói e Rio Branco, a Estação Niterói da Trensurb faz parte da rotina de milhares de trabalhadores que se deslocam diariamente entre as seis cidades compreendias pela Linha 1 do metrô. No total, cerca de 67 mil habitantes vivem nas redondezas da estação – nos dois bairros citados –, o que justifica o intenso fluxo de usuários. Ela foi a oitava mais movimentada do sistema em 2013, com média de 10.322 acessos à Linha 1 por dia útil. Ao longo do ano, 3.134.200 usuários entraram no metrô através de Niterói.

Para quem sai de Porto Alegre, a estação é a primeira além da capital, distante apenas 14 minutos da Estação Mercado e ficando muito próxima do Centro de Canoas. A Estação Niterói localiza-se em um ponto estratégico da região. Em seus arredores, há o desenvolvimento de diversos tipos de comércio, serviços e instituições de ensino, como, por exemplo, o Campus Canoas do Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter).

Trabalhando há dois anos em um quiosque na plataforma de embarque e desembarque do local, a comerciante Vanda Araújo destaca alguns pontos positivos do local: “Niterói é uma estação muito arejada e gostosa de se trabalhar. As vendas aqui também são boas em função do alto fluxo de  usuários. Por dia, vendemos até 15 quilos de pão de queijo”.

Foto: Arquivo Trensurb

O Natal chegou mais cedo na Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

 

Entre uma viagem e outra de trem você já deve ter pensado em algum momento no Natal. Principalmente nas compras, nos presentes, na ceia… Mas já parou para aproveitar as coisas boas que a data pode proporcionar, como um momento de lazer ao ouvir uma apresentação musical ou uma peça de teatro?

 

Para trazer um pouco da magia do Natal aos usuários, prefeituras e comunidades dos municípios de CanoasEsteioSão Leopoldo e Novo Hamburgo, com o apoio da Trensurb, organizaram diversas iniciativas culturais que irão acontecer nos trens e nas estações. São espetáculos de dança, música e teatro. Confira a nossa programação, faça uma pausa antes de ir para casa e aprecie:

– 10/12

17h30 – Folia dos Reis – Estação Mathias Velho.

19h – Estação da Música, com apresentação do Coral Amigos da Câmara, iniciando na Estação Santo Afonso, com deslocamento de trem até a Estação Rio dos Sinos.

– 11/12

17h30 – Folia dos Reis – Estação Canoas/LaSalle

– 12/12

20h30 – Esteio em Canto – Estação Esteio

– 13/12

19h30 – Apresentação de teclado de Rejane Rothemann – Estação São Leopoldo

20h30 – Coral e orquestra da escola Liberato – Estação São Leopoldo

– 14/12

10h30 – Estação da Música, com apresentação do Coral Amigos da Câmara, iniciando na Estação Santo Afonso, com deslocamento de trem até a Estação Rio dos Sinos.

 

Foto: Arquivo Trensurb

Estação Canoas mais colorida

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Se você circulou pela Estação Mercado no mês passado, pôde observar na Galeria Mario Quintana a exposição “Vida Paralela”, que reunia imagens de grafites feitos em muros e trabalhos em papel do artista plástico Amaro Abreu. Agora ele empresta sua arte para levar mais cor e vida para a Estação Canoas/LaSalle.

A intervenção fez parte do 1º Canoas Multicultural, realização da prefeitura municipal que coordenou atividades em diversos pontos da cidade. Além de Amaro, outros oito artistas de rua foram convidados a fazer seus traços no muro da Estação. “Cada um traz sua cultura e com isso temos uma grande diversidade artística nesse trabalho”, destaca o artista. Ele ainda ressalta que os desenhos ajudam a descontrair a rotina de quem passa pela Avenida Victor Barreto.

Nós já falamos do Amaro Abreu e da exposição Vida Paralela. Clique aqui para ler.