Foto: arquivo Trensurb

Paixão pelas motos e pela tradição

Foto: arquivo Trensurb

Foto: arquivo Trensurb

Flávio Renato Kessler é funcionário da Trensurb há quase 30 anos e trabalha no Centro de Controle Operacional. Apesar da aparência um tanto séria, é daquelas pessoas que riem à toa. É casado há 29 anos com Maria Bambina e tem duas filhas, uma de 26 e outra de 24 anos. Quando perguntado sobre a origem do sobrenome da família, brinca que “é comum tipo o ‘Silva’, só que com origem na Alemanha Antiga”.

Kessler revela que, depois da família, tem duas grandes paixões: a sua moto Harley-Davidson e o DTG Trilhos da Tradição, do qual faz parte “desde que o terceiro pilar foi erguido”. Localizado no Parque Esportivo Eduardo Gomes, próximo à Estação Fátima, o DTG Trilhos da Tradição tem 10 anos de existência. Mesmo com a proximidade da Semana Farroupilha, ele lamenta que o DTG não seja mais popular entre seus colegas. “Eu gostaria que o DTG fosse mais prestigiado pelo pessoal da Trensurb “.

Já a história da moto é um pouco mais antiga. Ele conta que tinha uma moto quando conheceu sua esposa, mas com a chegada das filhas teve que se desfazer do veículo. Mais ou menos 26 anos depois, retomou sua ligação com o motociclismo. Hoje em dia, ele é um gaúcho pilchado dirigindo uma Harley. Ou um “harleyúcho”. Um exemplo de gaudério pós-moderno.

2 Comments

  1. Show de bola… Não tinha visto o blog ainda, mas é muito legal. O Kessler é o máximo, sempre bem humorado. Sou filha do piloto Eloy Roberto, e fiz parte do DTG, e claro, concordo com o Kessler de não ser mais tão popular.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *