Agnaldo Silva, mais conhecido como Baloy, pratica artes marciais há dez anos e vem se destacando em competições desde 2016

Metroviário da Trensurb vai representar o Brasil no Mundial de Jiu-Jitsu em Las Vegas

Na agenda da Federação Internacional Brasileira de Jiu-Jitsu, os dias 25, 26 e 27 de agosto serão marcados pela competição mundial da categoria, sediada em Las Vegas. Entre os brasileiros selecionados para representar o país na disputa, está o agente da segurança metroviária da Trensurb, Agnaldo Silva, mais conhecido como Baloy. O metroviário de 40 anos pratica artes marciais há dez e vem se destacando em competições desde 2016. No ano passado, chegou ao topo do ranking da Federação de Jiu-Jitsu do Estado do Rio Grande do Sul (FJJ-RS).
Baloy conta que as artes marciais entraram em sua vida bem cedo, mesmo que não profissionalmente: “Meu primeiro contato foi praticando capoeira, ainda bem novo. Meu tio, Rudi, tinha que direcionar a minha energia e a dos meus primos”, ele relata. Já adulto, outras práticas entraram em sua rotina: “Iniciei, há 10 anos, com o muay thai, cheguei a realizar algumas competições, depois passei para o boxe e, atualmente, o jiu-jitsu veio a acrescentar”.
O metroviário, que faz parte da equipe da segurança há 16 anos, relata que foi surpreendente para os colegas da Trensurb descobrirem que ele foi selecionado para lutar no mundial: “A reação da maioria foi de surpresa, pois eu sou um pouco discreto e poucos sabiam que eu competia”. Além dos treinamentos para competir a nível mundial, o maior desafio de Baloy atualmente é de arrecadar fundos para custear a viagem. Com a boa classificação nas últimas competições ele ganhou as passagens aéreas, mas ainda é necessário custear estadia, alimentação e outras despesas.
“Se eu ganhar essa medalha ela não será só minha e da Academia Carvalho, onde treino, mas também da segurança, do Setor de Operações, do Setor de Tráfego, enfim, da Trensurb como um todo, pois vários colegas estão torcendo e me ajudando. Outra fonte de ajuda tem sido minha família e as cidades de Terra de Areia, Sapucaia e Tramandaí. Essa medalha é nossa”, afirma o metroviário.
Interessados em apoiar Baloy para que ele represente o Brasil no mundial podem buscar mais informações entrando em contato com a Academia Carvalho pelo telefone (51) 3034-1108 ou pelo instagram @baloy.silva. Outra opção é a arrecadação online que pode ser acessada clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *