Mais eficiência na iluminação dos trens

A Trensurb está promovendo a substituição das antigas lâmpadas fluorescentes dos 25 trens da frota original – conhecida como série 100 – por lâmpadas de LED. O projeto tem como base um estudo elaborado em 2015 e está sendo executado desde o ano passado.

O estudo apontou a viabilidade da substituição das lâmpadas, com necessidade de investimento de R$ 5.280 por trem e um retorno em um ano e três meses. Isso se dá porque as lâmpadas de LED, apesar de terem custo unitário maior, oferecem maior durabilidade e um consumo energético menor – são mais eficientes, transformando boa parte da energia utilizada em iluminação, com perda pouco significativa na forma de calor. Enquanto as lâmpadas fluorescentes utilizadas nos trens têm potência de 40 watts, as de LED têm 18 watts, entregando a mesma iluminação. Dessa forma, com a substituição de todas as lâmpadas, a previsão é de que o consumo anual de energia com a iluminação dos trens caia de 18,6 mil quilowatts-hora para 8,4 mil – uma redução de 54,8%. Isso representaria uma economia anual de pelo menos R$ 4,1 mil por trem da série 100.

Para além da questão econômica, outros benefícios apontados são o aumento da vida útil das lâmpadas em quase cinco vezes, a melhoria da iluminância local, menor necessidade de manutenção do sistema e eliminação do uso de material com mercúrio e de reatores, dispensando a realização de descarte especial de resíduos tóxicos.

Chefe do Setor de Oficina da Trensurb, o engenheiro Guilherme Hiller, afirma que “a substituição de lâmpadas convencionais por lâmpadas de LED se traduz em redução de custos de manutenção, alinhamento e absorção dos avanços tecnológicos e políticas ambientais e no compromisso com a melhoria contínua”. Hiller destaca ainda a resistência das novas lâmpadas, que não possuem bulbos e filamentos, sendo boa opção para ambientes onde há vibração e impacto.

Cada trem da série 100 tem 124 lâmpadas em seu interior, das quais 108 serão substituídas. As demais são lâmpadas de emergência que ainda não serão trocadas nesse projeto, pois têm um sistema diferente das lâmpadas comuns. Até o momento, já foi realizada a substituição das lâmpadas de oito trens. As trocas são realizadas a cada dois meses, quando um dos veículos é recolhido ao pátio para revisão geral – que inclui também pintura ou substituição das calhas das lâmpadas. Os trens série 200, por sua vez, já possuem lâmpadas de LED.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *