Galeria Mario Quintana completa 11 anos

Em 21 de março de 2006, a Trensurb batizou o túnel de acesso às plataformas da Estação Mercado com o nome de Galeria Mario Quintana. Desde a cerimônia de inauguração, no ano do centenário do poeta, mais de 100 exposições estiveram em exibição no espaço ao longo desses 11 anos, destacando o trabalho de diversos fotógrafos e artistas, consagrados ou iniciantes.

Já expuseram suas obras na galeria fotógrafos como Cristiano Estrela, Luis Ventura, Eurico Salis, Eduardo Liotti, Ricardo Stricher, Jean Schwarz, Elson Sempé, Jorge Aguiar, Tadeu Vilani, Caio Vilela, Leandro Selister e Marco Nedeff, além de artistas plásticos como Vital Lordelo, Fabiano Gummo e Pablo Aguiar.

Gerente de Comunicação Integrada da Trensurb, Jânio Ayres é o atual responsável pela gestão da galeria. Ele diz que o espaço “é resultado do esforço de diversas pessoas que já atuaram em nossa área e que entenderam a possibilidade e importância de intervenção cultural naquele local”. Há mais de cinco anos participando desse trabalho, Ayres afirma que “busca trazer trabalhos de criação absolutamente diversa. Autores reconhecidos ou não ainda, fotógrafos, ilustradores, artistas de inspirações variadas têm sido parceiros nesse processo”.

Publicitária e ex-metroviária, Teka Silveira atuou por sete anos como curadora da Galeria Mario Quintana. Ela destaca o “caráter acessível” e a “diversidade de artistas e mostras” da galeria. “Acredito que o passageiro que parte ou que chega e que tem uns minutos para contemplação e reflexão ali no espaço acaba por fazer um outro tipo de viagem, pessoal e intransferível, pela arte e pela cultura”, afirma.

Atualmente, a Galeria Mario Quintana recebe a exposição Esquinas do Tempo, que homenageia o aniversário de 245 anos de Porto Alegre (que se completam em 26 de março) e apresenta algumas das figuras históricas que dão nome a ruas e outros espaços da capital gaúcha. A exposição permanece na galeria até 27 de abril.

Como parte das comemorações dos dez anos da Galeria Mario Quintana, a Trensurb lançou um catálogo digital com registros de cada uma das exposições apresentadas no espaço desde março de 2006.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *