Entrevista: 15 anos de Teatro Ideia Ação

Desde o início do mês, está em cartaz na Galeria Mario Quintana, na Estação Mercado da Trensurb, a exposição fotográfica Grupo TIA: 15 anos de Teatro Ideia Ação. A mostra traz registros da trajetória do grupo canoense, iniciada em agosto de 2004. Desde então, o TIA desenvolve um trabalho continuado que tem como proposta um teatro popular e de intervenção social, com a itinerância como característica marcante – todos os espetáculos são concebidos para ir ao encontro do público onde quer que ele esteja. A inauguração oficial da exposição, que permanece em cartaz até 29 de novembro, aconteceu na última quarta-feira (4), com a realização de uma performance do grupo na Galeria Mario Quintana, baseada no espetáculo Poesia em Movimento e no poema Perguntas de um trabalhador que lê, de Bertolt Brecht.

Conversamos com a atriz e produtora do TIA, Mariana Abreu, sobre a exposição, a parceria com a Trensurb e o grupo. Ela aproveitou para deixar uma mensagem a todos: “Vá ao teatro! Valorize os artistas! Valorize a cultura popular e os artistas locais!”.

Como vocês veem essa possibilidade de ter a arte de vocês exposta na Galeria Mario Quintana?

Para nós uma grande honra e alegria. É uma oportunidade de fazer com que mais pessoas conheçam o nosso trabalho. Parar e ver essa exposição, é olhar a nossa trajetória com carinho, que não são 15 dias, mas 15 anos de resistência e persistência, não é fácil, mas dá um orgulho danado.

O gato preto é o símbolo do grupo, por que?

Pelo seu significado, o gato preto é considerado um animal místico, sábio e que traz muita sorte. Também pode ser considerado o animal do ator pelo seu elã e corpo elongado. O nosso é arrepiado porque está pronto para a briga, para a luta, mas carrega uma flor na boca, que simboliza esse lado poético e delicado do fazer teatral. O gato também tem 7 vidas… (Risos).

O grupo atua desde grandes metrópoles até teatros, praças, favelas e sertão. É possível notar diferenças no público?

Sim, cada lugar tem a sua singularidade, a sua cultura e a sua geografia, o que afeta na característica dos diferentes públicos que encontramos mundo afora. Temos uma vontade muito grande de estar cada vez mais apresentando nas periferias, pois a periferia é aquele lugar que fica mais abandonado diante do poder público, mas é na periferia que encontramos o potencial mais forte do povo, então é preciso nos fortalecermos. Mas em todos os lugares que já circulamos, nestes 15 anos, sempre fomos recebidos com muito carinho.

Como os interessados podem acompanhar as atividades e/ou assistir as apresentações do TIA?
Curtam as nossas redes e acompanhem as nossas atividades. Nos nossos canais mantemos as pessoas informadas com a agenda de apresentações e oficinas.

Acesse os links abaixo:
Site do Grupo TIA
Grupo TIA no Facebook
Grupo TIA no Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *