Disposição para contribuir

Michael Luciano Chaves Franz tem 36 anos, é natural e morador de Esteio. Engenheiro mecânico graduado na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Michael prestou concurso para a Trensurb em 2009, ingressando na empresa em 2013. Anteriormente, trabalhou por 11 anos em empresas de bens manufaturados, a InBetta e a Springer Carrier, onde exerceu as funções de técnico de manutenção, técnico de projetos e engenheiro de projetos.

Desde que chegou à Trensurb, Michael atua no Setor de Energia (Senerg), sendo um dos responsáveis por assegurar o cumprimento do plano de manutenção dos equipamentos e instalações a fim de garantir a disponibilidade, a confiabilidade e a segurança no fornecimento de energia elétrica de tração dos trens da empresa. Ele também certifica o desempenho dos materiais, equipamentos e serviços adquiridos pela Trensurb através de inspeções. Junto ao corpo técnico do Senerg, o engenheiro ainda propõe e implementa projetos de melhorias, tanto de especificações técnicas quanto de procedimentos de trabalho. “Tive a enorme satisfação de contribuir para a prestação de serviço de qualidade para os gaúchos da região metropolitana. Trabalhar aqui é diferente da indústria, tem um sabor especial”, afirma.

Fora da empresa, o engenheiro busca dedicar-se à família. Casados há uma década, ele e a esposa Camila têm um filho de sete anos, Filipe, e uma filha com pouco mais de um mês de vida, Elisa. Para relaxar, Michael aprecia uma boa música: “A música me faz bem e me ajuda a descontrair e a encontrar uma inspiração”.

Em 2016, o engenheiro aceitou o desafio de se tornar representante sindical de sua categoria. “É uma experiência muito enriquecedora ser representante sindical, porque você sai do seu setor e conhece os demais colegas da empresa, e lida com outros tipos de situações”, relata. No ano passado, ele foi convidado a fazer parte da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes da Trensurb, tornando-se membro do grupo e colaborando para a segurança do trabalho na empresa.

Ao falar do futuro, Michael afirma sonhar em ver um Brasil melhor e que espera poder contribuir para o progresso da nação. Ele diz ainda que tem o sonho de poder viajar com a família e afirma gostar de conhecer novos lugares e culturas. Além disso, ele conta que possui projetos de crescer na carreira, realizar especializações e um dia prestar consultoria ou dar aulas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *