Dez anos de democratização da leitura

Biblioteca mantida pela Trensurb, localizada na plataforma de embarque da Estação Mercado do metrô, o Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos (EMLsT) completou dez anos de atividades no último final de semana. O espaço funciona nos dias úteis, das 10h às 12h e das 13h às 19h, oferecendo serviço gratuito de empréstimo de livros aos seus 5,9 mil sócios. Conta com 8,4 mil publicações de diversos gêneros em seu acervo – ampliado somente por meio de doações –, além de uma área para exposições artísticas e fotográficas. Nesses dez anos de atividades, acumula mais de 67 mil empréstimos realizados.

Para associar-se ao EMLsT, basta ir até o local e apresentar documento de identificação, CPF (que pode ser comprovado por meio da própria carteira de identidade ou outro documento oficial) e comprovante de endereço. Nenhum tipo de taxa é cobrada e o associado já pode retirar um livro no ato. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3363-8707 ou pela página do espaço no Facebook.

Comemorações e incentivo à leitura

Ao longo da última semana, aconteceram ações de bookcrossing, com distribuição de livros pelos assentos de trens

Ao longo da última semana, aconteceram ações de bookcrossing, com distribuição de livros pelos assentos de trens

As celebrações dos dez anos da biblioteca aconteceram ao longo da última semana. De segunda a quinta-feira, ocorreram ações de bookcrossing, com a distribuição de livros pelos assentos de trens que partiam da Estação Mercado. Na sexta-feira, houve uma cerimônia comemorativa de aniversário e uma viagem especial de trem contando com a distribuição de livros infantis e intervenções de voluntários da ONG Cataventus, fantasiados como personagens da cultura popular, e do Zurbinho, mascote da Trensurb. Durante a cerimônia comemorativa, foram presenteados com o “Certificado de Amigo” do EMLsT os leitores mais assíduos, parceiros, doadores de livros e gestores da Trensurb.

Titular da Gerência de Comunicação Integrada da Trensurb, área da empresa responsável pela gestão do Espaço Multicultural, Jânio Ayres agradeceu a presença de todos no evento. Ele anunciou, ainda, a abertura de uma nova biblioteca da Trensurb na Estação Novo Hamburgo, com previsão de inauguração em março de 2019. Ayres afirmou também que o Espaço “é resultado do trabalho em equipe de muitas pessoas que acreditam na importância desse projeto num ‘país sem leitores’”. Segundo dados da Câmara Brasileira do Livro, apenas um terço da população alfabetizada possui o hábito de ler e aprecia a leitura. Para o gerente, a biblioteca da Trensurb tem um papel importante na busca pela democratização da leitura e para facilitar o acesso ao livro por parte dos usuários do metrô. Ayres destaca ainda a importância que tem nessa busca o projeto Redes de Leitura – Bibliotecas Comunitárias de Porto Alegre, do qual o EMLsT faz parte desde 2017.

Viagem com distribuição de livros infantis e divulgação dos serviços da biblioteca contou com a participação de voluntários fantasiados como personagens

Viagem com distribuição de livros infantis e divulgação dos serviços da biblioteca contou com a participação de voluntários fantasiados como personagens

O presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Isatir Antonio Bottin Filho, esteve presente na cerimônia e recebeu seu “Certificado de Amigo” do Espaço Multicultural. “Nós que trabalhamos com isso buscamos colocar os livros no caminho das pessoas e a biblioteca Livros sobre Trilhos faz isso com muita propriedade”, declarou na ocasião. “São trabalhos assim, como este, que temos que fomentar e participar”, acrescentou. Bottin destacou ainda a parceria entre Trensurb e Câmara do Livro que todos os anos oferece transporte gratuito, através do metrô, a alunos da rede pública da região metropolitana em visita à Feira do Livro de Porto Alegre.

Superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, José Cláudio Sicco também recebeu o “Certificado de Amigo” do EMLsT. Em sua fala no evento, parabenizou a equipe responsável e o gerente Jânio Ayres pelo trabalho e pela persistência em manter o espaço por esses dez anos. Para Sicco, “só através da leitura e da cultura” é possível superar diversos dos obstáculos que nos são impostos enquanto sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *