Cuidando do que é importante

Roseni Kruchinski, de 52 anos, nasceu em Luziânia, cidade goiana próxima à divisa com Minas Gerais e ao Distrito Federal. Veio para o sul, no entanto, com apenas um ano de idade e se considera absolutamente gaúcha: “Vim pra cá com um ano, gosto de chimarrão, gosto de churrasco, sou daqui, me sinto muito gaúcha!”. Ela é administradora no Setor de Contabilidade e Patrimônio da Trensurb desde 2013.

Formada em administração de empresas, começou a carreira com um estágio na área. Em 2007, prestou concurso para a Trensurb e foi aprovada. Após passar pelas áreas de recursos humanos e jurídica, chegou à contabilidade, onde realiza o controle de todo o patrimônio da empresa, isto é, dos bens móveis que chegam e saem, desde cadeiras, mesas, até computadores e demais equipamentos eletrônicos. Como administradora, frequentemente precisa identificar fluxos de trabalho, adaptar-se a eles e elaborar normas de procedimentos, além de participar do inventário anual da instituição. Eleita pelos colegas pelo segundo ano consecutivo para a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), Roseni acredita na importância do papel que exerce e explica: “A função da CIPA é contribuir com a empresa na prevenção de acidentes de trabalho, através de levantamentos e inspeções nas diversas áreas, além de reuniões da comissão”.

No tempo livre, aproveita para estar com a filha, Maria Mariana, e viajar. Já conheceu a capital dos Estados Unidos, Washington, algumas praias do Nordeste e cidades da Serra Gaúcha. Seu desejo é fazer um tour pela Europa e trilhar o Caminho de Santiago – peregrinação cristã com diversas rotas que terminam na cidade de Santiago de Compostela, na Espanha. Por onde passa, Roseni busca conhecer todos os pontos históricos e principais atividades que o local proporciona. Sonha em ter uma área gourmet em sua própria casa, pois gosta muito de comer e, sempre que pode, reúne a família e amigos nos finais de semana. O maior sonho da administradora foi realizado há 17 anos, quando ganhou sua filha.

Sobre o que mais gosta no ambiente de trabalho, Roseni é enfática: “A Trensurb preza pela liberdade de cada um, o respeito entre o grupo e das individualidades. Nos incentiva também à valorização da saúde, ao oferecer academia, serviço de psicologia e diversas outras coisas. Eu gosto muito de trabalhar no trem, gosto muito das pessoas e das minhas atividades”. Pretende seguir por muitos anos na empresa pois, assim como gosta de cuidar do que é importante para ela – sua filha –, quer seguir cuidando do que é importante para dezenas de milhares de gaúchos – a Trensurb.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *