Bebeto Alves, Antônio Bueno e uma exposição em evolução

Em cartaz na Galeria Mario Quintana, a exposição O Voo da Pedra (Arqueologia do Presente), do músico, fotógrafo e artista visual Bebeto Alves, recebeu uma intervenção do curador e também artista Antônio Augusto Bueno no dia 18 de junho. Com a execução de traços feitos com grafite, Bueno interferiu no painel original criado por Bebeto. Quase um mês depois, nesta terça-feira (16), ambos voltaram à galeria localizada na Estação Mercado da Trensurb, quando receberam uma equipe de TV e Bueno pôde fazer mais alguns traços de grafite no painel. Aproveitamos a ocasião para conversar com eles sobre essa exposição em evolução.

Uma parceria como essa é algo raro de acontecer no mundo das artes visuais, entre fotografias e desenhos. “Estamos inovando”, afirma Bebeto. Ele e Bueno são artistas que se tornam parceiros e interferem um na obra do outro, com muito diálogo entre cada ação. Assim, as obras vão ganhando corpo e as intervenções sendo feitas.

“Foi bem interessante trabalhar nessa imagem, eu gosto muito dela e, para mim, estava pronta”, diz Antônio Bueno. “Gosto cada vez mais de fazer essas intervenções, conversamos muito entre cada uma delas, é ótimo ver o trabalho acontecendo e a obra ganhando corpo”, completa o artista.

“É emocionante ver o Antônio se inspirando no ir e vir das pessoas, no movimento que temos aqui na estação, e colocando isso na obra”, afirma Bebeto Alves sobre a releitura de sua arte. “É emocionante demais”, declara. Ele relata ainda que tem recebido muitas fotos e comentários nas redes sociais, de pessoas que vão até a estação e observam a exposição.

A mostra na Galeria Mario Quintana é o desdobramento de um ensaio visual experimental cuja exposição principal está em cartaz no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo. O Voo da Pedra permanece no espaço cultural da Trensurb, no túnel de acesso às plataformas da Estação Mercado do metrô, até 30 de agosto, diariamente, das 5h às 23h20. O custo para visitação é de R$ 4,20 (tarifa unitária do metrô).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *