Apaixonado pela Trensurb e pelo seu trabalho

O assistente de manutenção Valdomiro dos Santos Moraes, de 59 anos, ingressou na Trensurb em setembro de 1984. Iniciou como operador de veículo rodoferroviário, mas também utilizou diversos outros equipamentos de manutenção quando tudo era muito novo. “Pegamos as máquinas bem novinhas, quando chegaram aqui na empresa”, conta.

Atua no Setor de Via Permanente (Sevip) e, hoje, faz inspeções visuais na via e realiza levantamentos de necessidade de manutenção durante o dia. Com base no que é apurado, abre-se uma ordem de serviço para que as equipes de trabalho noturna executem a correção. “Hoje, tenho muito mais responsabilidade do que antes”, avalia. Empregado do Sevip com mais tempo de empresa, Valdomiro trabalhou por 27 anos no turno da noite e realizou diversos cursos oferecidos pela Trensurb relacionados à operação de máquinas e carga e descarga de materiais. Para ele, é uma satisfação muito grande seguir trabalhando, mesmo depois de aposentado e com mais de 30 anos de empresa: “Tudo que eu tenho hoje é graças a Trensurb. Quero continuar ajudando a empresa assim como ela me ajudou durante todos esses anos”.

Natural de Soledade, Valdomiro mora em Sapucaia com a esposa Maria de Lurdes, com quem é casado há 42 anos e tem três filhos. Possui um sítio em Gravataí, que gosta muito de frequentar.

One Comment

  1. Moro no Japao e trabalho numa empresa de trens. Gostaria de trocar ideias ou pessoas que se interessem por trens. Principalmente ferro-fas. Obrigado!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *