Adote um amigo

Desde outubro de 2017, a Trensurb tem realizado uma série de publicações em seus perfis nas redes sociais incentivando a adoção de cães e gatos resgatados de situações de vulnerabilidade. A iniciativa é resultado de uma parceria com o projeto Adote um vira-lata RS, que trabalha pela conscientização da sociedade sobre o bem estar animal, realiza anúncios de animais para adoção e busca arrecadar verba para castrações.

Suéllen Dutra é participante do projeto e responsável pela Casa dos Gatos, um dos lares temporários onde animais resgatados recebem os cuidados necessários até serem adotados. Segundo ela, 60 animais já encontraram suas casas definitivas graças às publicações da Trensurb.

Segundo a idealizadora do Adote um vira-lata RS, Bruna Freitas, após o início da publicação dos anúncios de adoção pela Trensurb, houve um aumento no número de interessados em adotar. A dimensão desse aumento, segundo ela, foi surpreendente. “Uma campanha desse tipo divulgada por uma empresa que consegue alcançar milhares de pessoas diariamente é algo que raramente vemos acontecer voluntariamente”, afirma Bruna.

Gerente de Comunicação Integrada da Trensurb, Jânio Ayres explica: “A parceria com o Adote, é resultado de uma sinergia entre a vontade de ajudar uma causa e uma demanda gerada pelos próprios usuários que já nos enviavam fotos para serem publicadas; foi uma conjunção de interesses comuns, na verdade. Por outro lado, nossa área de comunicação avaliou que a proposta também estava alinhada com os valores da Trensurb, de integração total com a comunidade”.

Conheça agora, por meio de relatos dos adotantes, alguns desses 60 animais beneficiados pela parceria:

Sushi

O gato Sushi foi adotado por Jenifer Fabio. Ela afirma que conheceu o projeto Adote um vira-lata por meio de uma publicação da Trensurb falando sobre outra gata. “Me encantei na hora por aquela gatinha, mas ela já havia sido adotada. Suéllen então comentou que havia mais gatos por lá e meu marido e eu decidimos adotar um gatinho. Foi aí que conhecemos o lar de perto”, relata. “Me encantei com todos, mas eu estava decidida a pegar um filhote. Foi quando eu passei por um quarto e encontrei o Sushi, me apaixonei por ele por ser justamente peludo como eu gosto e também por ter o mesmo nome que o nosso gato que morreu”, completa Jenifer.

Isadora

O anúncio para adoção da gata Isadora foi divulgado no Twitter e no Facebook da Trensurb em outubro de 2017. A adotante Ellen Scotton afirma que não se recorda exatamente como a postagem chegou até ela, mas se diz muito feliz por isso. “A Isadora é muito mais do que eu podia imaginar quando decidi que queria adotar um animal da rua. E é também muito mais do que um rostinho bonito com os olhos mais verdes que eu já vi. Ela tem uma alma de anjo… Ela é o meu anjo”, declara Ellen.

Júlia

A cadela Júlia foi adotada por Bibiana Marques em outubro de 2017. Ela afirma que viu o anúncio na página da Trensurb no Facebook. “Me apaixonei logo de cara por aquela carinha carente. Logo já chamei meu pai, perguntando se podíamos adotá-la e deu no que deu”, recorda. “A Julinha me lembra muito uma outra cadelinha que eu tive na minha infância, o mesmo jeito, o mesmo olhar e os mesmos ciúmes. Ela era pra ser minha!”, declara Bibiana. Completando cinco meses desde a adoção, Júlia só trouxe alegrias nesse período – junto com os outros quatro “irmãos” que ganhou depois de adotada.

Jasmine

A gata Jasmine foi adotada por Jenifer Virte. Segundo ela, a ideia de adotar surgiu da busca por uma companhia para Ariel, gato mais velho que ela já havia adotado. Através de uma amiga, viu a publicação da Trensurb e chegou à Casa dos Gatos. “Ter adotado a Jasmine é uma experiência maravilhosa”, afirma Jenifer. “Nunca tinha tido contato com um gatinho tão pequeno. Ela chegou tão bebezinha, precisando de cuidados e atenção especial e hoje está tão grande, linda, esfomeada e brincalhona”, conta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *