12 anos valorizando o cinema nacional e promovendo a cultura entre os metroviários

Em 2018, completaram-se os 12 anos do projeto cultural Sexta Curta Trensurb, que promove a exibição de curtas-metragens para o público interno da empresa, em sua sede administrativa, às sextas-feiras. A temporada deste ano teve início em 2 de março e se encerrou na última sexta-feira (30). A sessão final deste ano foi especial e celebrou esses 12 anos de promoção de cultura entre os metroviários e de divulgação sobretudo de produções audiovisuais gaúchas. Na ocasião, foi apresentado um curta-metragem reunindo depoimentos a respeito do programa cultural, dados por metroviários, parceiros e diretores de filmes exibidos no Sexta Curta. Também foi oferecido um bolo comemorativo a quem participou da sessão e o metroviário mais assíduo na temporada foi premiado com um troféu especial.

Estagiário de publicidade da Gerência de Comunicação Integrada da Trensurb, Gabriel Vacaro foi o principal responsável pela produção do curta-metragem exibido na sessão comemorativa. Para ele, o processo de produção foi prazeroso e trouxe boas lembranças e emoções. Conforme o estagiário, o curta não é como os outros apresentados nas sessões do projeto: “É uma coisa mais emotiva, mais pessoal e montar isso foi bem significativo”.

O Sexta Curta Trensurb começou a ser concebido em agosto de 2006, buscando responder a uma demanda constatada na pesquisa de clima organizacional, realizada no primeiro semestre daquele mesmo ano: os empregados apontaram, como uma oportunidade de melhoria na empresa, a possibilidade de se promover ações de lazer e cultura. Com a implantação do projeto em setembro de 2006, a empresa buscou atender essa necessidade apontada por seus próprios empregados, oferecendo-lhes uma opção facilmente acessível, de baixo custo operacional, criativa e que inclui as pessoas de diversas áreas da empresa.

“O Sexta Curta valoriza o cinema nacional, em especial o gaúcho, que tem sido nossa fonte”, afirma o gerente de Comunicação Integrada da Trensurb, Jânio Ayres. “Só podemos exaltar a felicidade de manter um programa cultural por tanto tempo, uma empresa metroviária acreditar e dar força para uma iniciativa dessas fortalece nosso trabalho e nos confere um desafio de mantê-lo vivo”, declara.

Além de exibir curtas-metragens, o Sexta Curta tem buscado promover bate-papos com diretores e atores em suas sessões. Na temporada mais recente, foram recebidos Liliana Sulzbach, diretora da minissérie Notas de Amor, Eduardo Muniz, diretor de O Pequeno Cavaleiro, além do elenco e do diretor Felipe Borba, da websérie Juízo Final. São apresentadas ainda produções culturais de metroviários e até mesmo de artistas consagrados, como o ator Jairo Klein, que, em uma sessão neste ano, encenou trechos de monólogo em que interpreta o poeta Fernando Pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *