Home Página Inicial > Ações > Culturais > Arte nos Trilhos

Arte nos Trilhos

Botão Anterior
Botão Próximo
Botão Fechar
Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria Foto Galeria

O projeto foi criado em 2000 e teve edições até 2003. Nas edições iniciais, promoveu nas estações do metrô 1.364 espetáculos, sendo 739 musicais, 190 de teatro e 435 de dança. Nomes importantes da cultura gaúcha passaram pelos palcos do projeto, como o cantor e compositor Bebeto Alves, o Grupo de Teatro Oigalê, a Orquestra de Flautas, Instituto Brasilidades, Gaspo "Harmônica", Família Sarará, Karine Cunha, entre tantos outros. Desde 2008, com apoio da Caixa Econômica Federal, está de volta para alegria do público usuário da Trensurb.

Estima-se que cerca de 17 mil usuários do trem usufruíram dos espetáculos de música, teatro e dança ocorridos nas estações no ano de 2008.

Em 2009 foram cinco shows, nas terças-feiras de dezembro, nas estações Mercado e São Leopoldo. As cinco atrações do Arte nos Trilhos foram a Jackie Boy, Clarissa Mombelli, Karen Volkmann & Federico Trindade, Urbanus In Natura e Marcus Bentto.

Na edição de 2010, estiveram presentes no projeto: Buquezeiros Choro & Samba, Grupo Espaço de Dança Carlos Oliveira, Calote Samba Rock e Central do Samba.

A edição de 2011 do Arte nos Trilhos foi encerrada no Museu do Trem, em São Leopoldo, pelo grupo Buquezeiros Choro & Samba. Tendo como tema o Ano Internacional dos Afrodescendentes - instituído pela ONU - a temporada de apresentações levou seu palco, ainda, à Estação Mercado, onde apresentaram-se Os Remanescentes, Instituto Brasilidades, Canta Brasil, Zamba Ben e Brilho da Lata.

O Arte nos Trilhos 2012 teve como tema "o circo", promovendo apresentações nas estações Mercado, Canoas/La Salle, Esteio, São Leopoldo, Sapucaia e Santo Afonso. O grupo Teatro Ideia Ação apresentou Histórias de Circo sem Lona, nas quais dois palhaços realizam números que envolvem o público. Já a Companhia Atmosfera apresentou o espetáculo Multi Circo Show, no qual artistas apresentaram números de malabarismo, equilibrismo, contorção, comicidade e diabolô.

Em 2013, com o tema “dança” o projeto transformou seis estações da Trensurb (Mercado, Canoas, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo) em palco de consagrados grupos de dança do estado. As apresentações das companhias Naira Antunes Centro de Dança e Duetto Espaço de Dança, Tanguera Estudio de Danza e Território da Dança, Ballet Elizabeth Santos e Andanças, trouxeram diversos tipos de dança de salão, como rock, bolero, salsa, tango e samba.

No ano de 2014, que marcou o centenário de Dorival Caymmi e Lupicínio Rodrigues, os artistas foram homenageados pelo projeto Arte nos Trilhos. Nas estações Mercado, Mathias Velho, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo, o grupo leopoldense Buquezeiros Choro & Samba tocou alguns dos maiores sucessos dos compositores como forma de homenagem a eles, responsáveis por diversos clássicos da MPB.

Na edição 2015, o tema foi a música brasileira. Ao longo do mês de dezembro, cinco atrações apresentaram-se no espaço cultural localizado no saguão da estação Mercado: Antônio Villeroy, Os Remanescentes, Dudu Sperb e Toneco da Costa, Quinteto Persch e Angela Diel.

Em 2016, o Arte nos Trilhos homenageou o compositor Ary Barroso e também o centenário do samba com apresentações do grupo Os Remanescentes em estações localizadas nos seis municípios atendidos pelo metrô: estações Mercado, Mathias Velho, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Os shows aconteceram no mês de dezembro, começando no Dia Nacional do Samba (02/12).


Compartilhe

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000