Setor de Manutenção Predial

Zelando pela estrutura da Trensurb

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com mais de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Manutenção Predial e Equipamentos (Semap).

Quem faz? Atualmente a equipe do Semap possui 15 membros. São cinco analistas técnicos, uma assistente de gestão, cinco técnicos industriais, dois assistentes de manutenção e dois estagiários de nível superior.

O que faz? O Setor de Manutenção Predial e Equipamentos tem como objetivo manter as edificações e demais áreas da Trensurb, como estações, subestações elétricas, viadutos, entre outros, e equipamentos da empresa, como aparelhos de ar condicionado, escadas rolantes, elevadores e afins, em boas condições de uso dentro dos padrões para os quais eles foram projetados. Trabalha em todas as áreas da Trensurb quer sejam operacionais, de manutenção, administrativas e áreas livres. Mantém a funcionalidade de todas as áreas da empresa no que diz respeito ao aspecto arquitetônico, segurança estrutural, conforto, higiene e saneamento.

Como faz? Atua por meio das seguintes formas de manutenção: preventiva (serviços previamente determinados de modo que seja garantida a conservação dos equipamentos e instalações); preditiva (planejamento e execução de ação corretiva, através de reformas, recuperações, reconstituições e reparos); corretiva (solucionar problemas detectados nos diversos sistemas através de consertos, substituição de peças, limpezas, lubrificações, etc.); corretiva emergencial (solução de ocorrências cujo retardamento da correção causa excessivo e imediato transtorno); recuperação (implica na retomada das características originais de edificações ou equipamentos) e reforma (modificação de características estruturais e funcionais originais).

Segundo o chefe do setor, José Cláudio Sicco, “procuramos, dentro das nossas possibilidades, atender a todos os pedidos e demandas que recebemos com dedicação e presteza”. Ele pontua ainda que, entre ações tomadas pelo setor, algumas se destacam, como a revitalização das estações através de pintura e de manutenções preventivas periódicas, a reforma e adequação dos elevadores às normas de acessibilidade e a transferência das manutenções das escadas rolantes para o turno da noite, aumentando o índice de disponibilidade e satisfação dos usuários.

Em relação ao desenvolvimento, o Semap se dedica a estudos, proposições e implantações de projetos aperfeiçoando as instalações atuais, bem como participa de projetos de engenharia civil pensando na ampliação dessas instalações, avaliando a padronização de materiais e equipamentos.

Onde fica? Localizado no pátio de manutenção e administração da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *