Porto Alegre: 244 anos de história, 31 anos com o metrô

No dia 26 de março, é comemorado o aniversário da capital gaúcha, Porto Alegre. Há 244 anos, em 1772, era fundada como Freguesia de São Francisco do Porto dos Casais. Em 1821, ganhou o status de cidade graças ao imperador Dom Pedro II. Atualmente, Porto Alegre integra o pólo turístico do Estado e, sob diversos aspectos, é considerada modelo para o país. A Trensurb opera na capital há 31 anos, ligando-a hoje a outros cinco municípios. Atualmente, a população da capital gaúcha é de 1,47 milhão de habitantes, em uma área que se estende por de 496,7 quilômetros quadrados. Com sete estações do metrô gaúcho (incluindo o aeromóvel) localizadas na cidade, a estação terminal Mercado foi a que mais teve acessos de usuários em 2015 dentre todas que integram o sistema metroviário, com 8,95 milhões de passageiros.

Banhada pelo Lago Guaíba, circundada por dezenas de morros, terra de Inter e Grêmio, de domingos ensolarados nos parques e tema de canções e poemas, “Porto Alegre é demais”. Atrai cada vez mais pessoas em busca de oportunidades, de um lugar para viver, ou mesmo turistas e moradores de outras cidades e países em busca de lazer e/ou momentos e lugares únicos que só a capital gaúcha oferece.

Leia mais →

Estação Rodoviária

Encurtando distâncias

Estação RodoviáriaA Estação Rodoviária da Trensurb está em um ponto estratégico no dia a dia dos gaúchos, facilitando o acesso a diversos serviços e lazer. É ponto de referência pela praticidade de acesso à Estação Rodoviária de Porto Alegre, principal ligação dos porto-alegrenses a cidades do interior do estado, outras unidades da federação e países vizinhos. Conta, ainda, com ligação subterrânea à Avenida Júlio de Castilhos e à Rua da Conceição. No túnel, está localizada a Galeria Pública de Street Art, que conta com graffitis de artistas como Os Gêmeos, Eno e Trampo, Hisake e Srilo, entre outros. Em 2014, planeja-se uma revitalização da galeria com novas ilustrações. Também próximo à estação está o complexo hospitalar Santa Casa de Misericórdia, um dos mais importantes do estado. Da plataforma da estação, tem-se uma bela vista de um dos grandes cartões postais da capital: o lago Guaíba.

Em 2013, a Estação Rodoviária foi a quinta mais movimentada do sistema metroviário, recebendo 4,1 milhões de usuários, 7,6% do total de passageiros do trem. Ao longo do ano, passaram pelo local 232 mil idosos e 26 mil pessoas com deficiência. Em 2014, a estação passará por uma modernização, visando melhorar o atendimento às necessidades dos usuários.

Para qualificar o serviço e garantir a acessibilidade universal, a Estação Rodoviária receberá plataforma elevatória de percurso inclinado para acesso de cadeirantes ao saguão da estação, elevador de acesso ao túnel na esquina da Rua da Conceição com a Avenida Júlio de Castilhos, elevador de acesso à plataforma, piso tátil e nova comunicação visual.

Segundo a aposentada Nilda Nunes Vargas, 72, moradora de Canoas e de passagem pela estação em direção a Tramandaí com seu marido, Luiz Cláudio, 57, as melhorias previstas para a Estação Rodoviária facilitarão muito a sua vida: “Com os elevadores e a plataforma o acesso vai ficar muito melhor para quem tem problemas para caminhar, como eu”.

Foto: Arquivo Trensurb

Ampliando a acessibilidade nas estações

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Com o objetivo de melhorar cada vez mais o atendimento e ampliar a acessibilidade dos usuários nas estações, a Trensurb lançou um edital de licitação para contratar uma empresa que será responsável por realizar mudanças nas estações Rodoviária e Farrapos/IPA.

Na Estação Rodoviária, as melhorias envolvem a inclusão de plataforma para acesso de pessoas em cadeiras de rodas, elevadores (um de acesso à plataforma e outro para acesso a estação pela entrada na esquina da Rua da Conceição com a Avenida Júlio de Castilhos), pisos podotáteis e comunicação visual.

Já na Estação Farrapos/IPA, as intervenções envolvem pintura da estação, pisos podotáteis, comunicação visual, instalação de novo forro no saguão de usuários, substituição das esquadrias, impermeabilização da cobertura sobre a plataforma de embarque e desembarque, reforma dos banheiros de usuários para adequá-los à NBR 9050 – que exige a acessibilidade universal nos espaços urbanos -, instalação de elevador ligando o saguão à plataforma e nova iluminação no saguão e plataforma.

Além disso, a empresa ficará responsável pela instalação de um elevador na Estação Esteio, ligando a plataforma de embarque à bilheteria.

Com isso, a Trensurb reforça seu compromisso de trabalhar cada vez mais em prol de um serviço de transporte eficiente e de qualidade para todos os usuários. :)