34 anos de compromisso socioambiental

No último sábado (2), completaram-se 34 anos da cerimônia de inauguração do primeiro trecho da Linha 1 da Trensurb, entre as estações Mercado e Sapucaia. Dois dias depois do ato inaugural, em 4 de março de 1985, o metrô abriu suas portas definitivamente para a população, com o início da operação comercial.

Em meio às comemorações desse aniversário, a Trensurb estará lançando a edição 2018 de seu Relatório Socioambiental, que, anualmente, busca dar transparência às ações e resultados alcançados pela empresa, funcionando também como ferramenta de avaliação de desempenho. O Relatório é mais um canal de prestação de contas, com informações sobre a atuação e as estratégias corporativas em diversos âmbitos, destacando as contribuições que a Trensurb deu à sociedade ao longo do ano principalmente em relação a questões sociais e ambientais, temas centrais na atuação da empresa ao longo de mais de três décadas.

Leia mais →

2018 na Trensurb: cidadania, solidariedade e integração com a comunidade

Buscando reafirmar seu compromisso e fortalecer a integração com as comunidades em que está inserida, além de procurar contribuir como agente de transformação social, a Trensurb vai além de sua atividade-fim e desenvolve ou é parceira de projetos e ações sociais e de relacionamento. Diversas foram as atividades realizadas pela empresa com esse foco em 2018. Saiba mais sobre elas a seguir.

Leia mais →

Saúde mental em destaque

Hoje é o Dia Internacional da Saúde Mental. Setembro, por sua vez, é o mês de uma campanha mundial em prol da saúde psíquica e da prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo. Em alusão a essa campanha, a Trensurb promoveu internamente, em setembro, o seu Mês da Saúde Mental, com ações de conscientização para os empregados e palestras com uma psicóloga e uma psiquiatra. Este ano foi o terceiro consecutivo em que a empresa realizou atividades com foco na saúde mental nessa época do ano, sempre buscando desmistificar a doença mental e diminuir preconceitos.

Leia mais →

Metroviário compartilha experiência com jovens aprendizes

“Não temer o futuro”, essa foi a principal mensagem que Felipe Parmeggiani, 32 anos, buscou passar em uma palestra aos aprendizes do Projeto Pescar da empresa Midea Carrier. Felipe foi convidado a ministrar uma palestra no início de julho como ex-participante do projeto e empregado da Trensurb, onde atua como técnico em eletrotécnica. Em sua fala, comentou sobre a importância desse tipo de iniciativa, que, mais tarde, acabou levando-o a realizar o curso técnico.

Leia mais →

Estação Educar forma novos assistentes administrativos

Já tem data marcada: daqui a uma semana, no dia 7, 38 jovens de famílias de baixa renda recebem os certificados de conclusão do Programa Estação Educar em cerimônia no auditório da Trensurb. Ao longo do ano, eles realizaram curso de aprendizagem profissional, no SENAI Nilo Bettanin, em Esteio, no turno inverso ao da escola, sendo preparados para executar atividades da área administrativa.

Samantha Gouvêa, 18 anos, é uma das formandas e considera a experiência muito proveitosa. “Eu achei o curso dinâmico, pois não ficamos atrelados à teoria. Tivemos muitos trabalhos práticos relacionados aos conteúdos, como a feira de negócios que realizamos na Trensurb em outubro”.

A também formanda Beatriz Santos, 16 anos, realiza outras atividades, como um curso técnico em logística, e destaca que saber administrar o tempo foi fundamental. Sobre o programa, ela afirma que “foi uma experiência profissional muito gratificante e pessoal também, pois foi um desafio aprender a lidar com as diferentes personalidades dos colegas”.

Leia mais →

Sustentabilidade e solidariedade

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com mais de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Responsabilidade Socioambiental (Seram).

Quem faz? Atualmente o setor é composto por 13 membros: dois auxiliares de serviços gerais, uma técnica em administração, dois engenheiros ambientais, três assessores e cinco estagiários de níveis médio e superior.

O que faz? O setor atua de forma consultiva e normativa em relação aos impactos sociais e ambientais, diretos e indiretos, gerados pelas atividades da empresa, e desenvolve programas, projetos e ações em parceria com órgãos institucionais. As atividades ocorrem em horário comercial, porém a realização de orientações de educação ambiental e o acompanhamento de serviços como o de controle de pragas ocorrem fora do horário normal de expediente. Ações de cunho social em parceria com as prefeituras, instituições de ensino e sociedade civil são realizadas nas comunidades em dias e horários diversos incluindo fins de semana e feriados, dependendo das demandas.

Leia mais →