Mais confiabilidade para a rede de energia dos trens

A Trensurb está trabalhando para qualificar e aumentar a confiabilidade e a segurança do sistema de distribuição de energia elétrica de tração dos trens. As subestações de energia de tração em operação desde a inauguração do metrô receberam novos equipamentos. Destruída por um incêndio, a Subestação Sapucaia está em processo de recuperação, assim como a cabine de seccionamento Luiz Pasteur. Além disso, novos processos licitatórios visam a modernização de dispositivos de proteção da rede de energia e a implantação de um sistema de segurança perimetral para áreas da Trensurb, incluindo instalações elétricas.

Leia mais →

Supervisionando a manutenção de sistemas e energia

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho da Gerência de Sistemas (Gesis):

Quem faz? A equipe da Gesis é constituída por quatro pessoas: o gerente, que tem formação em engenharia, uma técnica em administração, um assistente de administração e uma estagiária de nível médio. A gerência está ligada à Diretoria de Operações e subordinam-se a ela dois setores: o de Energia (Senerg) e o de Sinalização (Sesin)

O que faz? As atividades desenvolvidas pela Gesis dizem respeito a orientação, supervisão, controle e execução da manutenção de sistemas que asseguram condições para que a operação da Trensurb transcorra de modo rápido e seguro.

Leia mais →

Garantia de manutenção, energia e prestação de serviço

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com mais de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Energia (Senerg).

Quem faz? Aproximadamente 50 empregados são responsáveis por garantir o devido funcionamento do Senerg. A equipe é composta por técnicos, assistentes de manutenção, engenheiros e operadores.

O que faz? O Setor de Energia é responsável por garantir a distribuição de todo o fornecimento energético da empresa, desde suas edificações no pátio administrativo – oficinas, estações de trabalho, equipamentos, refeitório, etc. – até as estações do metrô e toda a Linha 1 da Trensurb, o que é indispensável para garantir a tração dos trens. A equipe também é responsável pela manutenção da rede aérea, cujos serviços, por vezes, devem acontecer em dias de fortes chuvas. Tudo para garantir a circulação dos trens e a prestação de serviços à população, conforme o chefe do setor, Vinícius Nunes. “O Senerg tem como objetivo manter os sistemas de abastecimento de energia elétrica e de rede aérea de tração em perfeito funcionamento, atuando de forma eficiente, com segurança e contribuindo para a satisfação dos clientes internos e da sociedade”, explica Vinícius.

Leia mais →

Foto por Marco Prass (10)

Profissionais do Setor de Energia realizam manutenções noturnas diárias assegurando o funcionamento do sistema

Todos os dias, cerca de 200 mil pessoas utilizam o metrô gaúcho para deslocarem-se entre os municípios de Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Contudo, muitas vezes, os usuários do metrô não imaginam a quantidade de profissionais que atuam durante a noite para que o serviço possa funcionar normalmente no próximo dia.
Os trabalhos, na maioria de manutenção preventiva e corretiva, são realizados durante todas as madrugadas, de segunda a segunda. Ao todo, mais de 100 funcionários trabalham à noite nos setores responsáveis por manutenção leve de trens, de rede aérea, de via permanente e de sinalização, além das áreas de segurança, de tráfego, nas estações, na limpeza e no centro de controle operacional.

O Setor de Energia

Indispensável para assegurar a tração dos trens, o Setor de Energia (Senerg) garante a distribuição de todo o fornecimento energético da Trensurb, desde suas edificações no pátio administrativo da empresa – oficinas, estações de trabalho, equipamentos, refeitório, etc. – até as estações do metrô e toda a Linha 1 da Trensurb.

De acordo com o chefe do setor, Vinícius Nunes, os serviços de manutenção noturna do Senerg são vitais para a continuidade do funcionamento dos trens e outras instalações auxiliares. “Nossa programação prévia e o correto planejamento são de grande importância, pois as atividades devem ser concluídas em um período de três horas e meia”, pontua Vinícius.

Os principais trabalhos desempenhados pelas equipes de manutenção do Senerg no período noturno são os de manutenção preventiva e programada, e em equipamentos que só estão disponíveis para a manutenção durante a madrugada, pois devem permanecer em operação durante o dia. Entre as atividades realizadas pelos funcionários do Senerg, estão:

· manutenção na rede aérea de tração (conjunto de equipamentos que distribuem a energia elétrica para a movimentação dos trens);

· manutenção das subestações de tração;

· manutenção de outros equipamentos elétricos (demais dispositivos que só podem ser desligados no período noturno).

À noite, a equipe do Senerg é composta por 34 profissionais, entre empregados da Trensurb e da Instaladora Elétrica Mercúrio, empresa contratada para prestação de serviços. Eles também são responsáveis pela manutenção da rede aérea, cuja atuação, por vezes, deve acontecer em dias de fortes tempestades. Tudo para garantir a circulação dos trens e a prestação de serviços à população no dia seguinte. “O Senerg tem como objetivo manter os sistemas de abastecimento de energia elétrica e de rede aérea de tração em perfeito funcionamento, atuando de forma eficiente, com segurança e contribuindo para a satisfação dos clientes internos e da sociedade”, explica Vinícius.

O supervisor da manutenção noturna do Senerg, João Francisco Farias, trabalha na Trensurb há 30 anos.  Ele destaca que a manutenção noturna é importante em função do desgaste natural dos equipamentos, além da necessidade de haver prevenção e correção de falhas. “É função das equipes de manutenção corrigir falhas no menor tempo possível, por isso, o Setor de Energia é de vital importância para as atividades da Trensurb”, diz. “Sem a energia fornecida pelas subestações, os trens simplesmente não andam”, conclui.

Para garantir o funcionamento do trem, entretanto, é preciso minimizar alguns riscos. Vinícius explica que todas as atividades de manutenção possuem riscos em sua execução. “Principalmente na manipulação de equipamentos de grande porte e peso, além das questões elétricas, entre outras”, explica. Em função disso, a empresa segue normas e regulamentos exigidos para garantir a integridade dos empregados. “Todos são treinados para o exercício dessas funções e recebem reciclagem periódica para a revisão desses procedimentos”, afirma. Ainda segundo Vinícius, todos os funcionários são obrigados a usar equipamentos de proteção individual (EPI) e de proteção coletiva (EPC), como botina para eletricista, capacete, entre outros.