Mãe, metroviária e mestranda

Kelen dos Santos Jaboinski Valério tem 29 anos, é natural de Porto Alegre e mora há três anos em Canoas. Graduada em filosofia pela UFRGS, tem pós-graduação em psicopedagogia pela Unilasalle e atualmente cursa mestrado em filosofia para crianças, pela Universidade dos Açores, em Portugal. No final deste ano, irá defender sua tese em Portugal. Em 2012, Kelen prestou o concurso público da Trensurb, para a função de agente metroviária. Em agosto de 2013, ela foi convocada e, desde então, desempenha a função para a qual foi selecionada, atendendo os usuários do metrô.

Foi no primeiro ano de empresa que, trabalhando na Estação Canoas, conheceu seu marido, Júlio Valério, que também atuava no local. Casados há quatro anos, eles adotaram três filhos de quatro patas, os cães Chico, Bruce e Thobias. Mais tarde, pra completar a família, veio o bebê Pietro, que completou um ano em abril. “Ao descobrir que estava grávida do Pietro, fiquei muito contente e, ao mesmo tempo, preocupada. O que me aliviou bastante foi o amparo que recebi dentro e fora da empresa”, relata Kelen. Ela e o marido estavam trabalhando juntos na Estação Niterói antes do nascimento do filho. Hoje, atuam em turnos diferentes para melhor adaptar suas rotinas às necessidades do bebê.

Leia mais →

Foto: Arquivo Trensurb

Um sonho sobre trilhos

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Realizar um sonho também é uma forma de conectar pessoas, estejam elas próximas ou distantes. Para Karina Décio Tavares, é uma forma de cumprir uma promessa feita quando ainda era criança, quebrada pelo acaso do destino.

Karina tem 26 anos e é moradora de Canoas. Seu primeiro contato com a Trensurb foi através do pai, Almir Machado Tavares. Ele trabalhava no Setor de Sinalização (Sesin) entre os anos de 1984 e 2000, ano de seu falecimento. “Eu lembro quando as mesas do CCO (centro de controle de Operações) eram da minha altura”, conta.

Seguindo os passos do seu pai, Karina ingressou na Trensurb como estagiária da Gerência de Operações (Geope) de 2005 a 2007. Em 2008 assumiu como assistente operacional de estações. Dois anos depois, realizou seleção e se tornou operadora de trem.

Hoje Karina alia sua realização pessoal e seu crescimento profissional à vida de metroviária: em julho deste ano formou-se no curso de maquiadora profissional no Instituto Embelleze e pretende lançar um blog especializado sobre o assunto. Já no final do ano, se forma no curso de Gestão Pública no Centro Universitário Uninter. Seus próximos planos são para realizar seu grande sonho: conhecer a Disney. Já esta tudo programado. Em março de 2014, Karina parte com uma amiga em direção à Flórida. “Meu pai iria me dar essa viagem como presente de 15 anos, mas ele faleceu quando eu tinha 13, então agora eu vou conseguir realizar esta viagem.