34 anos de compromisso socioambiental

No último sábado (2), completaram-se 34 anos da cerimônia de inauguração do primeiro trecho da Linha 1 da Trensurb, entre as estações Mercado e Sapucaia. Dois dias depois do ato inaugural, em 4 de março de 1985, o metrô abriu suas portas definitivamente para a população, com o início da operação comercial.

Em meio às comemorações desse aniversário, a Trensurb estará lançando a edição 2018 de seu Relatório Socioambiental, que, anualmente, busca dar transparência às ações e resultados alcançados pela empresa, funcionando também como ferramenta de avaliação de desempenho. O Relatório é mais um canal de prestação de contas, com informações sobre a atuação e as estratégias corporativas em diversos âmbitos, destacando as contribuições que a Trensurb deu à sociedade ao longo do ano principalmente em relação a questões sociais e ambientais, temas centrais na atuação da empresa ao longo de mais de três décadas.

Leia mais →

Em contato com a natureza

Cristiane Curi da Silva, de 28 anos, nasceu em Porto Alegre e mora em Canoas. Atua como técnica em administração no Setor de Responsabilidade Socioambiental (Seram) da Trensurb. Com o desejo de adquirir mais conhecimento e experiência na sua área, ela prestou concurso público em 2012 e aguardou ser convocada.

Anteriormente, trabalhou por quatro anos em uma secretaria do estado, mas tinha o desejo de adquirir experiência em uma nova empresa. Em dezembro de 2014, chegou à Trensurb para realizar atividades administrativas do Seram, setor em que continua atuando. Entre as atividades que já desenvolveu, Cristiane destaca como as mais prazerosas aquelas que envolvem o contato com o público externo, como projetos ambientais ou visitas técnicas à empresa realizadas por escolas. “Gosto dessa relação com os usuários e de prestar serviço, porque me faz sentir mais responsável”, declara.

Leia mais →

Sustentabilidade e solidariedade

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com mais de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Responsabilidade Socioambiental (Seram).

Quem faz? Atualmente o setor é composto por 13 membros: dois auxiliares de serviços gerais, uma técnica em administração, dois engenheiros ambientais, três assessores e cinco estagiários de níveis médio e superior.

O que faz? O setor atua de forma consultiva e normativa em relação aos impactos sociais e ambientais, diretos e indiretos, gerados pelas atividades da empresa, e desenvolve programas, projetos e ações em parceria com órgãos institucionais. As atividades ocorrem em horário comercial, porém a realização de orientações de educação ambiental e o acompanhamento de serviços como o de controle de pragas ocorrem fora do horário normal de expediente. Ações de cunho social em parceria com as prefeituras, instituições de ensino e sociedade civil são realizadas nas comunidades em dias e horários diversos incluindo fins de semana e feriados, dependendo das demandas.

Leia mais →

pipas

Festival das Pandorgas em Sapucaia do Sul

Crédito: Daniela Lame

Crédito: Daniela Lame

Não estranhe se durante a viagem de trem você encontrar algumas pessoas levando pandorgas nas mãos e descendo na Estação Sapucaia – certamente estão indo ao Morro do Chapéu para testar a aerodinâmica de sua criação antes do Festival das Pandorgas.

Em 2010, acontecia em Sapucaia do Sul a última edição do Festival das Pandorgas. O evento tinha a proposta de reunir os estudantes do município nas proximidades do Morro do Chapéu para aprender mais sobre a zona rural da região e ensinar a importância da preservação ambiental. O concurso premiava as cinco melhores pandorgas em duas categorias, infantil e juvenil.

Crédito: artesanatoereciclagem.com.br

Crédito: artesanatoereciclagem.com.br

Depois de um hiato de dois anos, a prefeitura de Sapucaia vai consolidar o evento na agenda cultural da cidade e já tem até data marcada para a realização neste ano: 22 de novembro. O objetivo é reunir cerca de 2 mil pessoas, vindas de todas as escolas da cidade, municipais, estaduais e particulares, além de grupos e entidades que desejarem participar do Festival.

Foto: Arquivo Trensurb

Trensurb apoia o Dia Mundial Sem Carro

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

No último domingo, dia 22/09, aconteceu o Dia Mundial Sem Carro.

O objetivo da data é conscientizar a população sobre uma atitude mais sustentável, alertando sobre a poluição atmosférica e a emissão excessiva dos gases de efeitos estufa – considerados por especialistas como responsáveis pelo aquecimento global.

Durante o dia, a Trensurb distribuiu folders informativos sobre mobilidade sustentável para pedestres e motoristas da capital gaúcha que circulavam pela Rótula das Cuias, próximo ao parque Maurício Sirotsky Sobrinho.

Você sabia que em 2012, quem trocou o ônibus ou o carro pelo trem ajudou a reduzir a emissão de dióxido de carbono na atmosfera em mais de TRÊS MIL TONELADAS?

É por isso que a Trensurb apoia esta causa e luta em prol da preservação do meio ambiente com atitudes sustentáveis.