Gerenciando licitações, materiais e serviços de apoio

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho da Gerência de Suprimento e Apoio (Gesup).

Quem faz? A Gesup conta com dois empregados: o gerente, formado em administração e pós-graduado em engenharia de produção, e uma secretária. A gerência está ligada à Diretoria de Administração e Finanças e conta com três setores subordinados: o de Materiais (Semat), o de Compras (Secom) e o de Apoio (Seapo).

O que faz? A missão da gerência é atender a Trensurb em suas necessidades de contratações de materiais e serviços e realizar gestão dos serviços de apoio administrativo, do protocolo e arquivo. As demandas de contratação de materiais e serviços chegam por meio de previsões de consumo quando se tratam de materiais de estoque e de projetos básicos quando se tratam de serviços e materiais não estocáveis. Para cada necessidade, de acordo com seu tipo e valor, adota-se a apropriada modalidade de licitação para contratação.

Leia mais →

Suprindo materiais e serviços

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com mais de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Compras (Secom).

Quem faz? A equipe do Secom é composta por oito empregados: cinco administradores, dois técnicos de serviços e um assistente de gestão. Também fazem parte do setor duas estagiárias de ensino superior, ambas cursando faculdade de administração.

O que faz? Fundamentalmente, o trabalho do setor é a contratação das demandas, tanto de serviços quanto de suprimentos, atendendo as necessidades de todas as unidades organizacionais (UOs) da empresa. Hoje ocupando o cargo de gerente de Suprimentos e Apoio, o administrador Pedro Zottis Neto foi chefe do Secom por cinco anos. Ele relata que o papel do Setor de Compras dentro da Trensurb “é justamente atender as necessidades das UOs através da contratação de serviços e materiais, demandados através de projetos básicos”.

Como faz? O trabalho do Secom consiste na realização de licitações e contratações de acordo com as demandas e necessidades da Trensurb, suprindo materiais e contratando serviços. A equipe realiza cotações, elabora editais, executa processos licitatórios e efetiva contratações, sendo que cada demanda, conforme seu tipo, valor e objeto, exige uma modalidade diferente de contratação – como pregão, concorrência ou tomada de preços.

“A importância para os usuários é suprir todas as UOs em suas necessidades para que cada uma possa adequadamente cumprir seu papel na organização, esforço conjunto que, por fim, resulta no transporte dos usuários da Trensurb”, afirma Pedro.

O Secom é procurado, basicamente, por todas as áreas da empresa, por meio dos projetos básicos (PBs) gerados pelas diversas UOs. O chefe do setor recebe os PBs e encaminha-os para a abertura de processos administrativos. Após o provisionamento de recursos, determina-se a modalidade de licitação e então são realizados os procedimentos de contratação. Todos os empregados da unidade são compradores e pregoeiros, podendo realizar todo tipo de contratação.

Nos últimos anos, o setor passou por uma renovação e reestruturação de seu quadro, tendo também uma revisão de seus fluxos e procedimentos. Com a implantação de um melhor controle e acompanhamento das atividades, segundo Pedro, registrou-se gradativa melhora no desempenho da UO, com redução de prazos de contratação e atendimento de um maior volume de demandas.

Desde 2008 na Trensurb, o administrador Gabriel D’Amico é pregoeiro e comprador do Secom e assumiu a chefia da unidade nesta semana. “Gosto muito de trabalhar nesta área. Nos proporciona experiências diversificadas”, avalia.

Onde fica? Localizado no prédio administrativo da Trensurb, no pátio da empresa, em Porto Alegre, no bairro Humaitá.