Dez anos de democratização da leitura

Biblioteca mantida pela Trensurb, localizada na plataforma de embarque da Estação Mercado do metrô, o Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos (EMLsT) completou dez anos de atividades no último final de semana. O espaço funciona nos dias úteis, das 10h às 12h e das 13h às 19h, oferecendo serviço gratuito de empréstimo de livros aos seus 5,9 mil sócios. Conta com 8,4 mil publicações de diversos gêneros em seu acervo – ampliado somente por meio de doações –, além de uma área para exposições artísticas e fotográficas. Nesses dez anos de atividades, acumula mais de 67 mil empréstimos realizados.

Leia mais →

Usuários do metrô aprovam o projeto Livros Livres

Em janeiro, a Trensurb retomou o projeto Livros Livres, que consiste na disponibilização de livros aos usuários do metrô em caixas localizadas nas estações Mathias Velho, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Os livros podem ser retirados gratuitamente sem a necessidade de qualquer cadastro ou compromisso, mas a ideia é que eles voltem a ser compartilhados e que as caixas dessas cinco estações também sejam utilizadas para que os próprios usuários deixem livros que já leram – sejam os que já fazem parte do projeto ou quaisquer outros.

O projeto Livros Livres foi lançado originalmente em 2015, numa ação que buscou ampliar o raio de alcance das ações de incentivo à leitura do Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos, biblioteca localizada na Estação Mercado do metrô. Retorna neste ano com a parceria do Banco de Livros, parte da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais, instituída pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). O Banco disponibiliza 300 livros mensais à iniciativa e os novos exemplares são distribuídos pelas caixas das estações duas vezes por semana.

Leia mais →

Comemorando o Dia do Livro

23 de abril é o Dia Mundial do Livro, instituído pela 28ª Conferência Geral da UNESCO, em 1995. A data foi escolhida por ser o aniversário de nascimento ou morte de diversos autores renomados, entre eles Miguel Cervantes e William Shakespeare, que faleceram em 23 de abril de 1616. Em comemoração, o Sesi-RS promove atividades de incentivo à leitura ao longo da semana. Em parceria com o Banco de Livros e a Trensurb, foram realizadas contações de histórias nas dependências do metrô. Alunos da rede pública compareceram às estações Mercado, Esteio, Sapucaia e Novo Hamburgo para participar das atividades na tarde desta quarta-feira (26).

Leia mais →

Práticas de leitura dos usuários da Trensurb são tema de trabalho acadêmico

Buscando compreender a maneira que os usuários da Trensurb se relacionam com a leitura, Jéssica Moraes Ferreira, estudante de biblioteconomia, decidiu escrever o seu trabalho de conclusão de curso a partir dos seus trajetos diários até a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), analisando o projeto desenvolvido pelo Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos (EMLsT). Foi em função dessa pesquisa acadêmica sobre bibliotecas alternativas que a futura bacharel recebeu o “Certificado de Amigo” na comemoração do aniversário de oito anos do EMLsT, realizada em dezembro.

Leia mais →

Foto: Arquivo Trensurb

Mais de cinco mil livros sobre trilhos

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Ao viajar de trem, é possível perceber que cada pessoa tem uma forma individual de aproveitar a viagem. Muitos aproveitam os momentos no vagão para fazer uma boa leitura.

Pensando nisto e tendo como objetivo incentivar a leitura, a Trensurb criou a biblioteca Livros sobre Trilhos, localizada na Estação Mercado, em Porto Alegre. E agora, com a colaboração dos usuários do trem, o acervo passou da marca de cinco mil exemplares.

Sócia da biblioteca desde 2009, Angela Maria Cabral tem o hábito de doar os livros que compra, ficando somente com os prediletos. Foi dela a doação de número cinco mil, com a obra Um Porto Seguro, do Nicholas Sparks. Na Livros sobre Trilhos ela já retirou 112 obras. Romance, policial, moda e etiqueta são as temáticas que mais a interessa. “O melhor livro que já li aqui da biblioteca é Um amor para recordar, do Nicholas Sparks. É ótimo!”, declara Angela.

Segundo Fernando Noronha, empregado da Trensurb que trabalha na biblioteca, o local recebe em média 10 doações por dia e, atualmente, essa é a única forma de aumentar o acervo. “Para nós as doações são muito importantes. Inclusive, nós disponibilizamos uma abertura lateral na biblioteca para o usuário deixar o livro que quiser doar se o local estiver fechado”, afirma Noronha.

Quem tiver interesse em retirar uma obra para leitura deve se tornar sócio gratuitamente. Basta preencher uma ficha, apresentar documento de identidade, comprovante de endereço (original e cópia), além de uma foto 3×4. A Biblioteca fica aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h.

Já quem quer colaborar doando livros, pode entregar os exemplares na própria Biblioteca. Lembrando que os livros devem estar em bom estado de conservação, e que obras didáticas não são aceitas.