Dedicação ao usuário

Da bilheteria à plataforma, passando pela linha de bloqueios (ou catracas), todo o atendimento ao usuário, desde a compra da passagem até o embarque no trem, está sob responsabilidade do Setor de Operações (Seope) da Trensurb. Dentro do setor, os chamados agentes metroviários estão divididos em duas áreas básicas: a operação de estações e a segurança metroviária. Como parte da operação de estações, há uma função homônima, que inclui atividades como atendimento ao público e venda de passagens. Há também a ocupação de controle de estações, voltada à coordenação, incluindo a responsabilidade pelo funcionamento geral da estação e a supervisão das atividades dos empregados da função de operação de estações.

Leia mais →

Irmãos juntos na vida e no trabalho

Larissa Gueno de Paoli tem 31 anos, é natural de Boqueirão do Leão, no interior do estado, e trabalha há sete anos na Trensurb. Ela é formada em design de interiores, função que desempenha no contraturno da sua escala de trabalho. Fernando Gueno de Paoli é natural de Porto Alegre, tem 24 anos e, no próximo mês de março, completa cinco anos na Trensurb. Fernando é técnico em administração por formação e atualmente cursa gestão pública. Os dois têm em comum o mesmo sobrenome, trabalham na mesma empresa e um laço ainda maior que os une: são irmãos.

Leia mais →

O bom filho a casa torna

A história de Ana Paula Pinheiro Almada na Trensurb começou meio “sem querer”. Ana graduou-se em História no IPA e, na época, sonhava em lecionar em universidades. Buscando preparar-se para essa atividade, cursou mestrado em Letras pela Universidade do Porto, em Portugal. Quando retornou ao Brasil, Ana Paula percebeu que a docência não era para ela e decidiu prosseguir nos estudos, mas com foco em concursos.

Leia mais →

Coordenando a atividade-fim da empresa

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 49 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores, um órgão de auditoria interna e uma ouvidoria. Conheça o trabalho da Gerência de Operações (Geope).

Quem faz? A equipe da Geope é composta por quatro empregados: um gerente, dois assessores e um administrador. Também faz parte do setor um estagiário de nível superior.

O que faz? A Gerência de Operações é o órgão da empresa responsável pela orientação, coordenação e controle da execução das diretrizes estabelecidas pela Diretoria de Operações (Dirop) para as atividades centralizadas de controle operacional, de produção de transporte, venda de créditos de viagem, atendimento, informações e segurança dos usuários. Estão subordinadas à unidade os setores de Controle Operacional (Secot), Tráfego (Setra) e Operações (Seope).

Leia mais →

Das salas de aula para o metrô

Simone Rodrigues, 45 anos, é natural de São Paulo e trabalha há oito anos como agente metroviária da Trensurb, na função de operação de estações, atuando principalmente na bilheteria e na assistência aos usuários. Graduada em letras pela Universidade Guarulhos, Simone conta que conheceu o marido Carlos Alberto, gaúcho, durante a faculdade. Foi ele quem propôs que viessem morar no Rio Grande do Sul.

Antes de trabalhar na Trensurb, Simone era professora em uma escola em Canoas. No entanto, ela sentia que não tinha a didática necessária para ensinar, então decidiu prestar concurso público. Como havia considerado difícil a prova para a Trensurb e estava esperando o resultado de outro concurso, não acompanhou as etapas seguintes da seleção para ingressar na empresa. Um dia, enquanto dava aula, recebeu uma mensagem de seu filho, Guilherme, dizendo que a Trensurb havia entrado em contato e solicitava que ela comparecesse à sede administrativa para dar início ao processo de admissão. Simone conta que duvidou inicialmente, pois o filho é muito brincalhão. Resolveu tirar a dúvida quando chegou à Estação Niterói, onde costumava embarcar, e perguntou a um agente metroviário se sabia se a empresa estava convocando os classificados do último concurso. Diante da resposta positiva, acabou dando início à sua história na Trensurb.

Leia mais →

Cuidando das estações e dos usuários do metrô

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Operações (Seope).

Quem faz? O setor conta com mais de 450 profissionais, sendo o mais numeroso e abrangente da Trensurb. Todos os empregados da operação das estações e da segurança respondem ao Seope.

O que faz?  Ao maior setor da empresa, cabe também uma grande gama de atividades. Entre as principais, estão operação de estações, segurança operacional, atendimento ao usuário, venda de passagens e acompanhamento das atividades realizadas em todas as 22 estações do sistema metroviário, mais a Estação Salgado Filho, do aeromóvel.

Leia mais →