Foto: Arquivo Trensurb

Mais de cinco mil livros sobre trilhos

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Ao viajar de trem, é possível perceber que cada pessoa tem uma forma individual de aproveitar a viagem. Muitos aproveitam os momentos no vagão para fazer uma boa leitura.

Pensando nisto e tendo como objetivo incentivar a leitura, a Trensurb criou a biblioteca Livros sobre Trilhos, localizada na Estação Mercado, em Porto Alegre. E agora, com a colaboração dos usuários do trem, o acervo passou da marca de cinco mil exemplares.

Sócia da biblioteca desde 2009, Angela Maria Cabral tem o hábito de doar os livros que compra, ficando somente com os prediletos. Foi dela a doação de número cinco mil, com a obra Um Porto Seguro, do Nicholas Sparks. Na Livros sobre Trilhos ela já retirou 112 obras. Romance, policial, moda e etiqueta são as temáticas que mais a interessa. “O melhor livro que já li aqui da biblioteca é Um amor para recordar, do Nicholas Sparks. É ótimo!”, declara Angela.

Segundo Fernando Noronha, empregado da Trensurb que trabalha na biblioteca, o local recebe em média 10 doações por dia e, atualmente, essa é a única forma de aumentar o acervo. “Para nós as doações são muito importantes. Inclusive, nós disponibilizamos uma abertura lateral na biblioteca para o usuário deixar o livro que quiser doar se o local estiver fechado”, afirma Noronha.

Quem tiver interesse em retirar uma obra para leitura deve se tornar sócio gratuitamente. Basta preencher uma ficha, apresentar documento de identidade, comprovante de endereço (original e cópia), além de uma foto 3×4. A Biblioteca fica aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h.

Já quem quer colaborar doando livros, pode entregar os exemplares na própria Biblioteca. Lembrando que os livros devem estar em bom estado de conservação, e que obras didáticas não são aceitas.

Foto: Arquivo Trensurb

Clube de Mães Vinícius de Moraes junto com a Trensurb na Campanha do Agasalho

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Se o inverno é a estação do ano favorita de muita gente, para outros é uma época para esquecer. Principalmente os moradores de comunidades carentes que dependem de doações para se aquecerem no frio, e também aqueles que perderam tudo em decorrência de chuvas e alagamentos que aconteceram em agosto. Em momentos assim é que a solidariedade costuma emergir das mais diferentes formas.

Na última quinta-feira, a Trensurb recebeu a visita de um grupo de mulheres do Clube das Mães Vinícius de Moraes, de Sapucaia do Sul. Elas estiveram presentes para ajudar na triagem das vestimentas doadas para a Campanha do Agasalho da empresa. Cinco voluntárias organizaram as vestimentas em geral e vão distribuir parte das peças entre famílias carentes das comunidades atendidas pela organização. “Esta parceria é fundamental para o nosso trabalho. É um prazer ajudar a empresa e, em troca do nosso voluntariado, receber roupas para doar às pessoas necessitadas, orfanatos e famílias atingidas pelas águas da chuva na última semana”, diz a presidente do grupo de mães, Conceição Lopes.

A Trensurb, junto com a sua ajuda, já arrecadou este ano cerca de 20 toneladas de agasalhos, recebidos através dos postos de coleta existentes nas estações. O material recebido é distribuído entre ONGs, entidades beneficentes e órgãos municipais, que fazem os donativos chegarem nas mãos de quem realmente precisa.

Quer colaborar com a Campanha do Agasalho? Antes de sair de casa rumo ao trem, separe aquela roupa que está no fundo do seu armário e que você não usa mais e traga consigo. Deixe-a em um dos postos de coletas que estão em todas as estações. Faça a sua parte!