Trensurb incentiva compartilhamento de livros entre metroviários

A Trensurb busca contribuir com a democratização do acesso à literatura e incentivar o hábito da leitura com iniciativas como o Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos e o projeto Livros Livres. Agora, esses esforços estão sendo direcionados também aos empregados que atuam na estatal. Uma velha geladeira da empresa ganhou um novo propósito, transformando-se na Geloteca Livros Livres, um local para compartilhamento de obras literárias entre os metroviários na sede da Trensurb – a exemplo do que acontece nas caixas customizadas do projeto homônimo, que promove o compartilhamento de livros nas estações.

Leia mais →

Usuários do metrô aprovam o projeto Livros Livres

Em janeiro, a Trensurb retomou o projeto Livros Livres, que consiste na disponibilização de livros aos usuários do metrô em caixas localizadas nas estações Mathias Velho, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Os livros podem ser retirados gratuitamente sem a necessidade de qualquer cadastro ou compromisso, mas a ideia é que eles voltem a ser compartilhados e que as caixas dessas cinco estações também sejam utilizadas para que os próprios usuários deixem livros que já leram – sejam os que já fazem parte do projeto ou quaisquer outros.

O projeto Livros Livres foi lançado originalmente em 2015, numa ação que buscou ampliar o raio de alcance das ações de incentivo à leitura do Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos, biblioteca localizada na Estação Mercado do metrô. Retorna neste ano com a parceria do Banco de Livros, parte da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais, instituída pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). O Banco disponibiliza 300 livros mensais à iniciativa e os novos exemplares são distribuídos pelas caixas das estações duas vezes por semana.

Leia mais →