2018 na Trensurb: cidadania, solidariedade e integração com a comunidade

Buscando reafirmar seu compromisso e fortalecer a integração com as comunidades em que está inserida, além de procurar contribuir como agente de transformação social, a Trensurb vai além de sua atividade-fim e desenvolve ou é parceira de projetos e ações sociais e de relacionamento. Diversas foram as atividades realizadas pela empresa com esse foco em 2018. Saiba mais sobre elas a seguir.

Leia mais →

Sustentabilidade e solidariedade

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com mais de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Responsabilidade Socioambiental (Seram).

Quem faz? Atualmente o setor é composto por 13 membros: dois auxiliares de serviços gerais, uma técnica em administração, dois engenheiros ambientais, três assessores e cinco estagiários de níveis médio e superior.

O que faz? O setor atua de forma consultiva e normativa em relação aos impactos sociais e ambientais, diretos e indiretos, gerados pelas atividades da empresa, e desenvolve programas, projetos e ações em parceria com órgãos institucionais. As atividades ocorrem em horário comercial, porém a realização de orientações de educação ambiental e o acompanhamento de serviços como o de controle de pragas ocorrem fora do horário normal de expediente. Ações de cunho social em parceria com as prefeituras, instituições de ensino e sociedade civil são realizadas nas comunidades em dias e horários diversos incluindo fins de semana e feriados, dependendo das demandas.

Leia mais →

Foto: Arquivo Trensurb

Clube de Mães Vinícius de Moraes junto com a Trensurb na Campanha do Agasalho

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Se o inverno é a estação do ano favorita de muita gente, para outros é uma época para esquecer. Principalmente os moradores de comunidades carentes que dependem de doações para se aquecerem no frio, e também aqueles que perderam tudo em decorrência de chuvas e alagamentos que aconteceram em agosto. Em momentos assim é que a solidariedade costuma emergir das mais diferentes formas.

Na última quinta-feira, a Trensurb recebeu a visita de um grupo de mulheres do Clube das Mães Vinícius de Moraes, de Sapucaia do Sul. Elas estiveram presentes para ajudar na triagem das vestimentas doadas para a Campanha do Agasalho da empresa. Cinco voluntárias organizaram as vestimentas em geral e vão distribuir parte das peças entre famílias carentes das comunidades atendidas pela organização. “Esta parceria é fundamental para o nosso trabalho. É um prazer ajudar a empresa e, em troca do nosso voluntariado, receber roupas para doar às pessoas necessitadas, orfanatos e famílias atingidas pelas águas da chuva na última semana”, diz a presidente do grupo de mães, Conceição Lopes.

A Trensurb, junto com a sua ajuda, já arrecadou este ano cerca de 20 toneladas de agasalhos, recebidos através dos postos de coleta existentes nas estações. O material recebido é distribuído entre ONGs, entidades beneficentes e órgãos municipais, que fazem os donativos chegarem nas mãos de quem realmente precisa.

Quer colaborar com a Campanha do Agasalho? Antes de sair de casa rumo ao trem, separe aquela roupa que está no fundo do seu armário e que você não usa mais e traga consigo. Deixe-a em um dos postos de coletas que estão em todas as estações. Faça a sua parte!