Nova galeria homenageia centenário de Xico Stockinger

Austríaco naturalizado brasileiro, Xico Stockinger foi um dos grandes nomes das artes plásticas no Rio Grande do Sul e no Brasil. Se estivesse vivo, estaria completando 100 anos em 2019, no dia 7 de agosto. Em homenagem a ele, Trensurb e Sesc Centro, de Porto Alegre, batizaram uma nova galeria de artes visuais na Estação Rodoviária do metrô com o nome do artista. Localizada no túnel de acesso à plataforma da estação, por onde transitam diariamente cerca de 20 mil pessoas, a nova Galeria Xico Stockinger receberá exposições artísticas trimestrais com a curadoria do Sesc, buscando democratizar o acesso às artes visuais e incentivar o trabalho de artistas. A mostra inaugural do espaço é Mantenho o que disse, da fotógrafa Ana Mendes.

Leia mais →

Galeria Mario Quintana completa 11 anos

Em 21 de março de 2006, a Trensurb batizou o túnel de acesso às plataformas da Estação Mercado com o nome de Galeria Mario Quintana. Desde a cerimônia de inauguração, no ano do centenário do poeta, mais de 100 exposições estiveram em exibição no espaço ao longo desses 11 anos, destacando o trabalho de diversos fotógrafos e artistas, consagrados ou iniciantes.

Já expuseram suas obras na galeria fotógrafos como Cristiano Estrela, Luis Ventura, Eurico Salis, Eduardo Liotti, Ricardo Stricher, Jean Schwarz, Elson Sempé, Jorge Aguiar, Tadeu Vilani, Caio Vilela, Leandro Selister e Marco Nedeff, além de artistas plásticos como Vital Lordelo, Fabiano Gummo e Pablo Aguiar.

Leia mais →

Foto: Arquivo Trensurb

Estação Canoas mais colorida

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Se você circulou pela Estação Mercado no mês passado, pôde observar na Galeria Mario Quintana a exposição “Vida Paralela”, que reunia imagens de grafites feitos em muros e trabalhos em papel do artista plástico Amaro Abreu. Agora ele empresta sua arte para levar mais cor e vida para a Estação Canoas/LaSalle.

A intervenção fez parte do 1º Canoas Multicultural, realização da prefeitura municipal que coordenou atividades em diversos pontos da cidade. Além de Amaro, outros oito artistas de rua foram convidados a fazer seus traços no muro da Estação. “Cada um traz sua cultura e com isso temos uma grande diversidade artística nesse trabalho”, destaca o artista. Ele ainda ressalta que os desenhos ajudam a descontrair a rotina de quem passa pela Avenida Victor Barreto.

Nós já falamos do Amaro Abreu e da exposição Vida Paralela. Clique aqui para ler.