Foto: Arquivo Trensurb

De Porto Alegre à Sapiranga de trem: uma realidade próxima

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

A Trensurb, mais do que conectar cidades através do trem, conecta muitas pessoas com suas viagens diárias. Neste ano, muitos projetos que visam ampliar estas conexões estão saindo do papel: o Aeromovel facilita o acesso de quem tem o Aeroporto como destino, e a ampliação das estações até o centro de Novo Hamburgo. E este é só o começo!

Semana passada, a Assembleia Legislativa criou uma Frente Parlamentar em favor da extensão da Trensurb até as cidades de Taquara e Sapiranga. O objetivo dos deputados é trabalhar junto à Trensurb e com prefeitos, vereadores e representantes das comunidades para que o projeto saia do papel e ganhe forma.

Nos próximos dias será assinado o acordo para realizar o estudo de viabilidade técnica para ampliar a Linha 1 do metrô até Sapiranga. A empresa responsável irá analisar itens como acessibilidade, equilíbrio entre mobilidade e proteção ambiental, circulação e trânsito, demanda de transporte e revitalização econômica das áreas atingidas, dentre outros.

Isto significa que, em breve, novas conexões irão surgir, não só no trem, mas também na vida de todos os usuários.

 

Foto: Arquivo Trensurb

Aeromovel é inaugurado em Porto Alegre

“Ele é silencioso, rápido e não polui o meio-ambiente”. Esta foi a declaração dada por uma das primeiras passageiras do Aeromovel, inaugurado no último sábado, dia 10, em Porto Alegre. Por acaso, a passageira que deu esta declaração foi a presidente da República, Dilma Rousseff, que esteve presente na cerimônia e ressaltou as qualidades do veículo em seu discurso.

“O Aeromovel é uma tecnologia 100% nacional e que carrega todas as características da sustentabilidade, tornando-se uma alternativa econômica e de qualidade para aprimorar os serviços de mobilidade urbana pelo país”, afirmou a presidente.

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

A tecnologia desenvolvida por Oskar Coester, nos anos 70, utiliza a propulsão do ar para mover os carros, que não são motorizados, até o seu destino.  Hoje ela interliga a Estação Aeroporto da Trensurb ao terceiro andar do Terminal 1 do Aeroporto Internacional Salgado Filho. O veículo, com capacidade de 150 passageiros, percorre o trajeto de pouco menos de um quilômetro em uma viagem suave que leva dois minutos.

Durante seu discurso, a presidente Dilma afirmou que parte dos investimentos do PAC Mobilidade Urbana serão aplicados na construção de outras linhas de Aeromovel, citando o projeto de expansão em Canoas como uma de suas prioridades.

Foto: Arquivo Trensurb

Foto: Arquivo Trensurb

Nos próximos 90 dias, o Aeromovel opera em sistema assistido durante os dias úteis, das 10h às 16h. Até o fim deste período, um segundo veículo com capacidade para 300 passageiros será integrado ao serviço. Para dar uma volta nele é só pegar o trem, descer na Estação Aeroporto e embarcar no veículo sem custo algum.

Quem vem do Aeroporto precisa adquirir a passagem da linha do metrô (R$ 1,70) para pegar o Aeromovel rumo à estação.

 

Foto Kauê Menezes

A linha do tempo do Aeromovel

Foto Kauê Menezes

Foto: Kauê Menezes

Em breve o Aeromovel vai ser uma realidade para quem precisa se deslocar até o Aeroporto Salgado Filho com praticidade. A história desse veículo teve início em 1977, em São Leopoldo.

Você sabia disso? Não? Então está precisando dar uma volta na Estação Aeroporto. Lá está exposta a linha do tempo desta invenção 100% nacional, contando a história do seu surgimento até os dias de hoje.

aeromovelaeromovel2

 

  • Entenda melhor essa super máquina:

O Aeromovel utiliza veículos leves não motorizados e movidos com propulsão a ar, que é soprado por ventiladores de alta potência através de um duto localizado no interior da via elevada. O vento empurra a aleta, uma peça semelhante a uma vela de barco, que movimenta o veículo sobre os trilhos.