Preservando a história da empresa

Sara Orcelli dos Santos é natural de Rio Grande, tem 32 anos e trabalha como arquivista no Setor de Apoio (Seapo) da Trensurb há quase quatro anos. Desde dezembro de 2015, reside em Porto Alegre, onde já havia morado no segundo semestre de 2012 e início de 2013. Foi nesse período que ela prestou o concurso público da Trensurb, no qual foi aprovada.

Graduada em Arquivologia pela Universidade Federal do Rio Grande em 2012, ela iniciou no mesmo ano seu mestrado em Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Santa Maria, concluído em 2014. Desde o começo da faculdade, buscou experiência no mercado de trabalho, realizando estágio na Alfândega de Rio Grande e na Refinaria Riograndense. No último semestre de graduação, veio morar em Porto Alegre, onde trabalhou no acervo histórico do Theatro São Pedro.  Em 2013, já formada, retornou à cidade natal para atuar na prefeitura municipal após ser aprovada em concurso. No final de 2015, voltou à capital para assumir a vaga na Trensurb.

Na empresa, Sara trabalha junto ao arquivo e ao protocolo, na sede administrativa. “Eu gosto muito de trabalhar aqui na Trensurb, especialmente no Seapo, porque eu vejo que é um setor muito diversificado”, afirma. Sara é responsável por manter a organização do arquivo da empresa, localizar e disponibilizar documentos quando necessário, selecionar aqueles que já cumpriram prazo de guarda e podem ser eliminados. “Analisar e selecionar documentos pode parecer algo banal, mas é uma tarefa que exige tempo, paciência e responsabilidade, pois devemos ter o cuidado de não descartar nenhum documento que seja de guarda permanente, que possa ser solicitado em auditorias, prestação de contas, que sirva de fonte histórica ou probatória”, explica. “Fico muito feliz de colaborar com a tomada de decisão, muitas vezes localizando os registros e os processos aqui no arquivo e preservando aqueles documentos que são fonte de história aqui”, declara.

Entre suas tarefas, está ainda ministrar os treinamentos do sistema de gestão de processos e documentos eletrônicos da empresa para os novos empregados e aqueles que precisam acessar a ferramenta. Uma vez ao ano, Sara também apresenta o arquivo aos participantes do programa de aprendizagem profissional Estação Educar: “Eu gosto muito, porque ser professora era uma linha que eu gostaria de seguir profissionalmente, então eu brinco de ser professora com eles e, vendo aquela galera entusiasmada, é muito legal”.

No seu tempo livre, curte a vida de “mãe de pet” com sua cadela Estopinha, que ela diz tratar como uma filha. Como passa muito tempo longe dos pais, que moram em Rio Grande, Sara procura aproveitar bem as oportunidades que tem de estar com eles: “Gosto de passar um tempo de qualidade com eles”. Ela também gosta muito de viajar e tem o sonho de conhecer vários lugares do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *