3 - minuto trensurb

#MINUTOTRENSURB APRESENTA SETORES, SERVIÇOS E CURIOSIDADES DA EMPRESA AOS USUÁRIOS

No final do mês de janeiro foi lançada nas redes sociais da Trensurb a campanha #MinutoTrensurb, com o objetivo de apresentar para os usuários, através de pequenos vídeos, setores da empresa que são fundamentais para o funcionamento do metrô. A ideia da campanha surgiu de sugestões vindas dos próprios usuários pelas redes sociais e de funcionários da empresa. Continue reading →

bira

Na luta pela cidadania

Foto: Arquivo Trensurb

Durante os últimos meses estamos contando histórias de pessoas que estão conectadas com a Trensurb de alguma forma. Como foi o caso do Lícaro e da Nailane que se conheceram nas viagens de trem, ou do Flávio, que trabalha no centro de controle operacional da empresa e cultiva as tradições gaúchas em cima de sua Harley Davidson.

Hoje é a vez do Bira, ou melhor dizendo, do Ubirajara Carvalho Toledo, 54 anos. Técnico industrial do Setor de Sinalização, ele trabalha na Trensurb há 28 anos.

Formado em Direito na Unilasalle, Bira tem em sua trajetória muito ativismo e luta no movimento social negro. Desde 1999 ele está engajado em contribuir com as comunidades rurais negras. Atualmente, Ubirajara é coordenador do Instituto de Assessoria às Comunidades Remanescentes de Quilombolas (IACOREQ), que busca desenvolver a cidadania nessas comunidades do Rio Grande do Sul.

O IACOREQ conta com aproximadamente 25 associados e profissionais de diversas áreas que trabalham voluntariamente.  Fundado em 18 de dezembro de 2001, ele foi o pioneiro na localização e cadastramento de quilombos no estado. “Nós somos apenas amplificadores das demandas dessas comunidades”, conta Bira.

Ano passado, Ubirajara fez parte da exposição Lanceiros Contemporâneos, organizada pelos Correios, e que esteve na Estação Mercado em março, destacando 20 personalidades por seu trabalho em prol das causas dos movimentos sociais afro-brasileiros.

trensurbconexoes

Quais são as suas conexões?

trensurbconexoes

Mais do que conectar cidades, a Trensurb conecta pessoas. Muita gente pega o trem para poder ir ao trabalho, estudar, ver os amigos, namorar… e você? Quais são as suas conexões?

Através do Facebook, com o app Trensurb Conexões você pode mostrar quais as conexões que a Trensurb ajuda você a realizar no seu dia a dia.

– Como funciona?

Através do aplicativo, você escolhe seus amigos no Facebook, indica qual o trajeto entre estações existe entre vocês e o tipo de conexão. Seu amigo recebe a notificação, e após a aprovação dele, sua conexão aparece na linha do tempo.

– Desafios mensais

Cada mês o Trensurb Conexões terá um desafio a ser cumprido pelos usuários. Neste momento, o desafio do mês é montar o maior número de conexões de trabalho. Quem vencer o desafio ganha um passeio com mais três amigos na cabine do trem. A cada rodada, um desafio diferente.

Acesse e participe!

pipas

Festival das Pandorgas em Sapucaia do Sul

Crédito: Daniela Lame

Crédito: Daniela Lame

Não estranhe se durante a viagem de trem você encontrar algumas pessoas levando pandorgas nas mãos e descendo na Estação Sapucaia – certamente estão indo ao Morro do Chapéu para testar a aerodinâmica de sua criação antes do Festival das Pandorgas.

Em 2010, acontecia em Sapucaia do Sul a última edição do Festival das Pandorgas. O evento tinha a proposta de reunir os estudantes do município nas proximidades do Morro do Chapéu para aprender mais sobre a zona rural da região e ensinar a importância da preservação ambiental. O concurso premiava as cinco melhores pandorgas em duas categorias, infantil e juvenil.

Crédito: artesanatoereciclagem.com.br

Crédito: artesanatoereciclagem.com.br

Depois de um hiato de dois anos, a prefeitura de Sapucaia vai consolidar o evento na agenda cultural da cidade e já tem até data marcada para a realização neste ano: 22 de novembro. O objetivo é reunir cerca de 2 mil pessoas, vindas de todas as escolas da cidade, municipais, estaduais e particulares, além de grupos e entidades que desejarem participar do Festival.

Histórias curtas

7ª Temporada do Sexta Curta entra em cartaz

Histórias curtas

Em setembro de 2006, a Trensurb realizou a primeira edição do Sexta Curta Trensurb – Cultura, Lazer e Convivência. Este ano, o projeto que promove lazer e cultura para o público interno da Trensurb com a exibição de curtas-metragens chega à sétima edição.

O projeto já exibiu mais de 150 filmes, em sua maioria produções gaúchas, em parcerias firmadas com o Núcleo de Especiais da RBS TV, Associação Brasileira de Cinema de Animação, Casa de Cinema de Porto Alegre e produções independentes.  Mais de cinco mil pessoas já participaram do Sexta Curta como espectadores.

Durante esta semana , as exibições não acontecerão só na sexta-feira, como de costume. Haverá programação especial para o público interno durante toda a semana. Ontem, dia 23, foram exibidas na abertura diversas imagens destes anos de programação. “A responsabilidade da implantação e gestão do programa – na época, Setor de Comunicação Social -, ficou a cargo da Teka Silveira”, registrou o gerente de Comunicação, Jânio Ayres, “e foi proposital homenageá-la no filme de abertura “.

“O Sexta Curta sempre foi tratado com muito carinho pela equipe da Comunicação, tendo sempre um grande envolvimento dos estagiários em sua organização”, comenta Ayres.  “Podemos verificar isso nos detalhes: guia de programação, avisos na intranet, cartazes e, na própria ambientação do Auditório como vemos hoje, as citações de filmes em um pequeno bilhete em todas as poltronas, é mais um exemplo disso”.

Foto: modafeevale.wordpress.com

Museu resgata as raízes do Vale do Sinos

Foto: modafeevale.wordpress.com

Foto: modafeevale.wordpress.com

Assim como os trilhos unem cidades, o Museu Nacional do Calçado, localizado em Novo Hamburgo, une passado e futuro.

Através de exposições de imagens e peças em acervo, o Museu do Calçado traz os pontos principais da história do setor calçadista, marco fundamental do desenvolvimento da região do Vale do Rio dos Sinos.

Além de resgatar o passado, o Museu inspira criações futuras, instigando modelistas e profissionais do ramo da moda e do calçado.

O Museu está localizado na Avenida Dr. Maurício Cardoso, em Hamburgo Velho, e visitações podem ser agendadas pelo telefone (51) 3584-7101.