Romances no trem

Para celebrar o amor e o Dia dos Namorados, a Trensurb pediu depoimentos de casais que tiveram o metrô como cenário de suas histórias e divulgou alguns relatos em sua página no Facebook no último dia 12. Compilamos aqui as histórias divulgadas no Facebook e algumas outras.

Henrique e Ana Paula

O Henrique, 18 anos, e a Ana Paula, 24, faziam parte de um mesmo grupo no Facebook, com o objetivo de conhecer pessoas. Ele nunca a chamou para conversar, mas tentava demonstrar seu interesse a partir de “curtidas” na rede social. Depois de inúmeras curtidas, mas nenhum “oi”, Ana decidiu chamá-lo no bate-papo. Conversa vai, conversa vem, um encontro foi marcado na Estação Canoas, no dia 24 de dezembro.

Ela diz que se apaixonaram ali mesmo, na estação. Mais tarde, na casa de amigos para comemorar a passagem do Natal, aconteceu o primeiro beijo. Prestes a completar seis meses juntos, eles utilizam o trem para comemorar os meses de namoro. Como o próprio Henrique diz: “Por que não comemorar onde tudo começou?”.

Leia mais →

Mobilidade e evolução

Para que os trens operem todos os dias, a Trensurb conta com um quadro funcional com cerca de mil empregados que atuam em diversas áreas e garantem o bom funcionamento do metrô, o planejamento e a gestão da empresa. As 48 unidades organizacionais da Trensurb estão divididas entre três diretorias, duas superintendências, 14 gerências, 28 setores e um órgão de auditoria interna. Conheça o trabalho do Setor de Planejamento e Projetos de Mobilidade Urbana (Semob).

Quem faz? O setor conta com quatro empregados – um arquiteto, um engenheiro civil, um técnico em estradas e uma assistente de serviços – e três estagiários – que cursam arquitetura ou engenharia civil.

O que faz? É responsável pelos planos e projetos de mobilidade urbana da Trensurb. O setor realiza estudos com objetivo de expandir o atual sistema para futuras áreas da região metropolitana, executando e acompanhando o desenvolvimento de planos, programas e projetos relativos à expansão física do sistema, viabilizando a integração física, operacional e tarifária com os diferentes modos possíveis de transporte e assessorando a Superintendência de Desenvolvimento e Expansão na definição de políticas e planos na área de transporte.

Leia mais →

Cheia de energia

Cristiane de Carvalho Silva, de 31 anos, nascida em Sapucaia do Sul e moradora de Novo Hamburgo, é supervisora de manutenção elétrica no Setor de Energia (Senerg) da Trensurb. Ela começou sua carreira profissional aos 17 anos e seu primeiro estágio foi através de um curso técnico, quando passou a trabalhar com projetos prediais, industriais e subestações de energia. Atuou em várias empresas da área de projetos elétricos até prestar um concurso para a vaga de técnica em eletrotécnica na Trensurb. Deu início à sua história na empresa em agosto de 2011.

Primeiramente, trabalhou no plantão de manutenção do Senerg por três anos, até se tornar supervisora de manutenção, encarregada da organização e programação das atividades de manutenção noturna. Agora em uma tarefa mais administrativa, Cristiane sente saudade das antigas atividades. “Gostava muito de trabalhar no plantão, pela parte de ir a campo, descobrir os problemas e buscar soluções, resolver por mim mesma”, declara.

Leia mais →

Uma visita que realizou e despertou sonhos

“Realização de um sonho” foi como a mãe de Diego Rodrigues da Rosa, Liliane, definiu a visita do filho à Trensurb. Acontece que Diego é fascinado por trens. Pesquisa em casa sobre o funcionamento do metrô e acessa constantemente o site da empresa para saber das novidades.  É mais que um simples passageiro. Ele não apenas utiliza o serviço da Trensurb como meio de transporte rápido e eficiente, ele desfruta a viagem. Por vezes, já foi à Estação Unisinos com o único objetivo de viajar de trem, sem ter propriamente um destino certo ou algum compromisso que exigisse a locomoção. Foi por conta dessa admiração que a família de Diego entrou em contato com a Trensurb para solicitar uma visita à sede da empresa. Morador de São Leopoldo, o adolescente de 17 anos é portador do transtorno do espectro autista e do transtorno bipolar.

Leia mais →

Entrevista: Leandro Selister e o projeto “Leve a minha Cidade”

O artista visual Leandro Selister está trazendo seu novo projeto à Galeria Mario Quintana, na Estação Mercado da Trensurb: Leve a minha Cidade – Coleção Porto Alegre e Coleção Expressões daqui. A Casa de Cultura Mario Quintana, a Usina do Gasômetro e o MARGS são alguns dos desenhos da Coleção Porto Alegre, criados pelo artista para chamar a atenção para as belezas da capital. Na Coleção Expressões daqui, o autor busca inspiração na cultura pop e nas histórias em quadrinhos para apresentar uma espécie de dicionário ilustrado com expressões de uso cotidiano pelos gaúchos como “bah”, “bem capaz” e “arrecém”. As ilustrações do projeto permanecem na galeria até 29 de junho.

Confira a conversa que tivemos com Selister a respeito do trabalho dele.

Leia mais →

O trabalho dos metroviários na visão dos usuários

1º de maio é o Dia do Trabalhador, um dia de luta, de reflexão e de celebração da importância do trabalho de cada um. Em uma atividade comemorativa ao Mês do Trabalhador, a Trensurb convidou usuários do metrô – também trabalhadores – para conhecer a sede da empresa e um pouco do trabalho desenvolvido pelos profissionais da Trensurb que pouco aparece para o público em geral. Esses trabalhadores, usuários do trem, também nos falaram sobre aquilo que pensam dos resultados do trabalho prestado pelos metroviários e do atendimento à população realizado pelos trabalhadores da Trensurb.

Leia mais →