Uma viajante que aprendeu a dar valor ao seu tempo

Madalena Schwertner é natural de Cerro Largo, tem 65 anos e trabalha como operadora de trens no Setor de Tráfego (Setra) da Trensurb há 34 anos, sendo a empregada há mais tempo no setor. Na adolescência, Madalena e suas irmãs Maristela e Márcia mudaram-se para Porto Alegre para estudar. Em meio aos desafios na capital e à saudade de casa, as irmãs dividiam um apartamento com mais três amigas na época. Durante as férias da faculdade, voltavam para a casa da família para trabalhar no negócio do pai e cobrir as férias dos funcionários. Após se formar em administração de empresas e comércio exterior pela Unisinos, Madalena não quis voltar à cidade natal para trabalhar no comércio do pai. Resolveu prestar concursos públicos e, em pouco tempo, obteve sucesso ao ser chamada pela Trensurb.

Leia mais →

Dedicação ao usuário

Da bilheteria à plataforma, passando pela linha de bloqueios (ou catracas), todo o atendimento ao usuário, desde a compra da passagem até o embarque no trem, está sob responsabilidade do Setor de Operações (Seope) da Trensurb. Dentro do setor, os chamados agentes metroviários estão divididos em duas áreas básicas: a operação de estações e a segurança metroviária. Como parte da operação de estações, há uma função homônima, que inclui atividades como atendimento ao público e venda de passagens. Há também a ocupação de controle de estações, voltada à coordenação, incluindo a responsabilidade pelo funcionamento geral da estação e a supervisão das atividades dos empregados da função de operação de estações.

Leia mais →

Casa dos Gatos: solidariedade e cuidados com os animais

Desde pequena, Suéllen Dutra foi louca por animais. Certo dia, no carro com seu avô, Celmar Trindade, ela avistou um filhote de gato na pista. Após seu avô parar o carro para evitar um acidente com o animal, a jovem desceu e levou-o até a calçada. Com um olhar apaixonado para a gatinha, Suéllen logo deixou seu coração falar. “No começo, ela miou e ficou brava, era um bebezinho. Pensei: ‘se eu colocar na calçada, ela vai morrer de qualquer jeito daqui a pouco’”, relata. Foi então que ela e seu avô – e “cúmplice” de resgates – decidiram levar a mascote para casa.

Leia mais →

Irmãos metroviários

Não são apenas o sobrenome e os laços de sangue que unem Marcelo, Maurício e Miguel Essvein. Naturais e moradores de Sapucaia do Sul, os três irmãos dedicam seu tempo à mesma empresa: a Trensurb. Marcelo, 29 anos, e Maurício, 25, trabalham no Setor de Operações, nas estações, enquanto Miguel, 19, é estagiário do Setor de Tráfego.

Leia mais →

Alto-falantes

Novo sistema de sonorização

Já está em funcionamento um novo sistema de sonorização das estações da Trensurb. Com ele é possível que o Centro de Controle Operacional (CCO) emita avisos sonoros diretamente nos alto-falantes de todas as estações ou direcione a mensagem a estações específicas. Além das mensagens em tempo real, também é possível programar a emissão de avisos automáticos em horários determinados. O antigo sistema contava somente com dispositivos locais nas estações.

Leia mais →

Entrevista: Ale Maia e sua homenagem a Sapucaia do Sul

Carlos Alexandre Torres Siqueira de Maia e Pádua, mais conhecido no meio das artes plásticas como Ale Maia e Pádua, tem 36 anos, nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro, e graduou-se em design pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de Porto Alegre em 2012. Começou a pintar no fim da faculdade, quando se apaixonou pelas artes visuais e passou a assinar não mais como designer e sim como artista. Desde 2015, ele já apresentou quatro exposições de arte aos usuários da Trensurb, no Espaço Multicultural Livros sobre Trilhos e na Galeria Mario Quintana, na Estação Mercado.

Também autor do painel Os cavalos, em exibição permanente na Estação Luiz Pasteur da Trensurb, Ale esteve recentemente no Rio Grande do Sul mais uma vez e pôde finalmente conferir seu trabalho de perto. Uma homenagem ao município de Sapucaia do Sul, a obra foi instalada em 27 de fevereiro deste ano, às vésperas do aniversário de 34 anos de operação do metrô gaúcho – completados em 2 de março. O painel de três metros quadrados conta com elementos que remetem à geografia, cultura e história de Sapucaia do Sul. Conversamos com Ale sobre Os cavalos, seu processo de criação e sua carreira.

Leia mais →